Parlamento: Partidos com visões diferentes sobre vida das famílias

9/12/2015 08:47 - Modificado em 9/12/2015 09:24
| Comentários fechados em Parlamento: Partidos com visões diferentes sobre vida das famílias

assembleia nacionalA situação das famílias em Cabo Verde esteve no centro do debate no período antes da ordem do dia no Parlamento, com as bancadas da oposição e o Governo com perspectivas diferentes sobre o assunto. O assunto foi primeiramente analisado pela deputada do PAICV, Virgínia Baessa. As suas declarações tiveram suporte da sua bancada e do Governo, enquanto que a UCID e o MpD analisaram a situação das famílias cabo-verdianas com outra visão.

“Temos dados de instituições com credibilidade e autoridade no País que produzem indicadores que referem da qualidade de vida dos cabo-verdianos e das famílias, como o simples acesso à electricidade, um bem caro que proporciona melhor qualidade de vida no lar das famílias”, afirmou o deputado António Fernandes do PAICV

O deputado da UCID, João Luís, não partilhou da mesma visão do deputado do PAICV, mas concordou num único ponto: a energia é um bem bastante caro. “Mas também o colega disse e bem, que as pessoas têm acesso à energia e que é um bem mesmo caro, e muitas famílias levam cortes de energia a quase todas as horas” por falta de dinheiro para pagarem as contas.

Noutro ponto, a discrepância de ideias é dada por Abrão Vivente do MpD.
“(O PAICV) confunde possibilidade de acesso com capacidade financeira e económica das famílias cabo-verdianas. E aqui entra a questão de desigualdade que é exactamente quando existe um bem e determinada franja da população, por falta de capacidade económica, não tem acesso a ele”. E salienta que os indicadores de confiança nunca estiveram tão baixos como se encontram agora.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.