Assalto Mini-mercado Voou: Cerca de 55 mil escudos foi o montante subtraído das caixas

3/12/2015 08:16 - Modificado em 3/12/2015 08:17

SIRENE-DA-POLICIA-NOVA2Os assaltantes do Mini-mercado Voou na zona do Madeiralzinho conseguiram sacar cerca de cinquenta e cinco mil escudos que se encontravam nas duas caixas. O assalto aconteceu na noite de sábado passado e foi efectuado por dois indivíduos armados com pistolas.

A noite de sábado, 28, foi um dia para esquecer para os funcionários do Mini-mercado Voou que viveram momentos de tormento. Com armas apontada à cabeça, os funcionários foram obrigados a entregar todo o montante que se encontrava nas duas caixas.

Com o recurso a duas armas de fogo, os indivíduos encapuçados, ainda não identificados, levaram cerca de cinquenta e cinco mil escudos.

Cinco dias após o assalto no Mini-mercado Voou, os trabalhadores do estabelecimento, ainda se sentem preocupados e receosos. A tranquilidade não é a mesma de antes, pois receiam que venham passar por momentos idênticos ou piores.

Uma das funcionárias que falou para o NN, ainda traumatizada, diz que nunca mais irá esquecer o momento por que passou, pois nunca tinha vivido coisa igual. A mesma conta que os dois indivíduos entraram no estabelecimento com o rosto coberto, um deles apontou-lhe uma arma à cabeça e pediu-lhe para entregar o dinheiro e os telemóveis.

Enquanto isso, o segundo comparsa agarrou dois funcionários e meteu-os dentro da casa de banho onde ficaram trancados. Deste modo, uma outra funcionária que fazia o fecho da caixa, foi obrigada a entregar o resto do dinheiro que tinha na caixa.

Em conversa com o responsável do Mini-mercado Voou, o mesmo avança que se trata do único assalto efectuado durante a sua gerência e acredita que os autores do crime vão ser identificados e responsabilizados. Quanto ao montante retirado das caixas, o responsável assegura que foi cerca de cinquenta e cinco mil escudos.

O assalto considerado como muito grave pela Polícia Nacional está sob investigação também da Polícia Judiciária.

  1. Clara Medina

    Não é segredo de Estado que um indivíduo que estava preso foi posto em liberdade e entre outros ele é o principal responsável pelos assaltos que vários moradores têm sido vítimas nos últimos tempos no Madeiralzinho.
    Infelizmente e por uma questão de prevenção, nesta circunstância a Polícia deveria estar fisicamente presente mas ao contrário os nossos agentes continuam fechados e seguros nas suas instalações atrás do computador ou confortavelmente dentro das suas viaturas.
    Podem chamar-me se saudosista mas no tempo colonial a Polícia não estava fechada na Esquadra e com a sua presença física tinha um efeito preventivo e dava aos cidadãos um sentimento de segurança.
    Outros tempos, outras normas e assim vamos vivendo cheios de medo e fechados nas nossas habitações barricadas com medo de sair na rua para não ser vítima também de um caçubudista que sem receio de ser apanhado em flagrante delito pode operar a qualquer momento.

  2. alcides da luz

    Clara Medina.
    Estás a ser injusta para com a Policia. Procura outros culpados no que concerne a Segurança Pública, porque a Ordem Pública está mantida e garantida em Cabo – Verde.Em relação a Policias dentro das Esquadras Policiais convido – lhe a visitar comigo as Esquadras Policiais de São Vicente. De certeza que irás constatar que não chega 10% de Policias que estão nos Gabinetes. Eu sempre determinei que a maioria das Policias têm que estar na rua. para proteger o cidadão. Como deves saber que os Policias trabalham por Turnos, porque são seres humanos como você. No aguardo a tua visita.
    meu número do Telemóvel 9929613.
    saufdações Fraternais- Alcides da Luz – Cte. RPNSV

  3. Fã da ministra

    Exmo Sr. Chefe da Polícia, Sr Alcides da Luz

    Os Mindelenses, na sua maioria entende que a policia nacional vem fazendo um bom trabalho e, trabalhando de acordo com as leis e ordens superiores; entretanto deve entender também que as leis do nosso país só servem para dar cobertura e defender os bandidos, assassinos e ladrões que pululam nesta ilha e um pouco por todo o país. Por favor, defenda a sua instituíção mas, não defenda a “justiça”. Isso porque todos os bandidos de S.Vicente são cadastrados e a policia sabe quem são os infractores. Um abraço

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.