Menino bonito da porno acusado de agressões sexuais

2/12/2015 09:41 - Modificado em 2/12/2015 09:41
| Comentários fechados em Menino bonito da porno acusado de agressões sexuais

actor pornoEx-namoradas e colegas do ator pornográfico revelaram publicamente alegados episódios de violência. James Deen, 29 anos, um dos mais requisitados atores da indústria de filmes pornográficos, está a ser acusado por Stoya, Tori Lux e Ashley Fires, também elas atrizes pornográficas, de as ter agredido sexualmente.

Apesar de já ter negado publicamente as acusações de que é alvo, Deen, nome artístico de Bryan Sevylla, está a ser alvo de fortes críticas, tanto da indústria cinematográfica especializada como nas redes sociais. Autointitulado femininista, com um ar tão mainstream e diferente da maioria dos seus colegas, James Deen já foi apelidado de Tom Cruise do porno.

O seu ar de menino travesso granjeou-lhe uma legião de fãs, maioritariamente mulheres, e dezena e meia de prémios. Mas, atrás das câmaras, Deen parece, de acordo com os relatos das três mulheres, querer recriar à força as cenas de sexo violento que executa nos seus filmes.

No Twitter, Stoya, ex-namorada de Deen, publicou um post onde revela um alegado episódio de violência sexual. A atriz, que contracenou várias vezes com James, começa por ironizar, escrevendo: “Aquele momento em que te ligas à Internet por um segundo e vês pessoas a idolatrarem como feminista o tipo que te violou. Esse momento lixa-me”.

Depois, Stoya publicou uma curta, mas muito gráfica, descrição de uma alegada violação: “James Deen agarrou-me e f****-me enquanto eu lhe dizia ‘não, pára’. Usei a minha palavra de segurança. Não posso continuar a acenar e sorrir enquanto as pessoas continuarem a falar sobre ele”.

Rapidamente se criou uma onda de solidariedade no Twitter, com vários utilizadores (alguns dos quais trabalhadores da indústria do sexo) a usarem as hashtags #standwithstoya e #solidaritywithstoya. Uma outra atriz porno, e também ex-namorada de Deen, comentou o tweet de Stoya, escrevendo: “Tens o meu apoio. Estou aqui para ti”.

Na passada segunda-feira, em declarações ao site Daily Beast, Joanna Angel relatou que, quando começou a trabalhar na indústria pornográfica, foi avisada por outra colega, Sidney Leathers, para evitar trabalhar com Deen, “Ela disse-me que o devia evitar, que ele tem dificuldades em perceber os seus limites. Basicamente ele tenta magoar as mulheres”, afirmou Angel, acrescentando: “Deduzi que isso significa que ele é perigoso”.

A estas declarações junta-se ainda a carta aberta de Tori Lux, que também já foi atriz pornográfica, enviada ao Daily Beast. “James Deen também me agrediu” é o título da missiva que relata um episódio ocorrido depois das gravações de um filme, em 2011. No texto, a ex-atriz descreve como o ator a terá atirado ao chão, desferindo-lhe socos na cabeça e na cara para, no final, a obrigar a “cheirar-lhe os testículos”.Tori Lux explica ainda aos leitores porque é que nunca fez queixa às autoridades: “pura e simplesmente tive medo”.

James Deen usou ontem (30 de novembro) as redes sociais para negar as acusações de que é alvo: “Foram feitas acusações escandalosas contra mim nas redes sociais. Quero garantir aos meus amigos, fãs e colegas que estas alegações são falsas e difamatórias. Eu respeito as mulheres e conheço e respeito limites, tanto a nível profissional como pessoal”.

Também em declarações ao Daily Beast, Ashley Fires explicou as razões macabras pelas quais Deen é o único ator com quem recusa trabalhar. “Ele tentou violar-me”, começou por relatar a estrela porno. Ashley Fires conta que se cruzou apenas uma vez com Deen e que este se comportou como “um homem das cavernas”. O episódio da alegada quase violação aconteceu nos estúdios Kink.

“Eu estava a tomar banho na casa-de-banho comunitária no estúdio. Fui buscar a toalha ele aparece atrás de mim, coloca-se em cima de mim e põe a ereção dele no meu rabo”, descreveu Fires, contando ainda pormenores gráficos sobre a alegada tentativa de violação. Depois deste episódio, Ashley Fires relembra ainda que Deen lhe terá pedido para não contar o episódio a outras pessoas da indústria.

 

jn.pt

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.