Empresários cabo-verdianos ainda não lucram com o Registo de patentes

2/12/2015 08:29 - Modificado em 2/12/2015 08:29
| Comentários fechados em Empresários cabo-verdianos ainda não lucram com o Registo de patentes

patentesO Presidente do Instituto de Gestão da Qualidade e da Propriedade Intelectual (IGQPI), Abraão Lopes, assegura que ainda não existem patentes de invenção registadas em Cabo Verde, logo, as empresas não obtêm lucros e não beneficiam do Tratado Internacional em Matéria de Patentes.

É possível que as Pequenas e Médias Empresas tirem proveito daquilo que é fruto do seu trabalho, “visto que a patente é um dos activos mais importantes das PEM e a única forma de se protegerem contra o uso indevido das suas criações é através do registo das patentes”, diz Abraão Lopes à RCV. O mesmo acrescenta ainda que o IGQPI pretende incentivar os empresários cabo-verdianos a registarem as suas invenções e investigações, de forma que possam tirar proveito do Tratado Internacional em Matéria de Patentes, no qual Cabo Verde é assinante.

Neste sentido, o IGQPI realiza um workshop na cidade da Praia, juntamente com a Organização Mundial da Propriedade Intelectual e o Ministério do Turismo, Investimento e Desenvolvimento Empresarial. A Ministra Leonesa Fortes, por sua vez, afirma que “também com este seminário, pretendemos que haja formadores que possam levar aos criadores todos os procedimentos e a legislação que permita a protecção das suas criações, evitando a pirataria, objectivando a preservação do valor nacional assim como a geração de rendimentos”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.