Madeiralzinho: Assalto Minimercado “Voou” continua sob investigação da PN e PJ

2/12/2015 08:09 - Modificado em 2/12/2015 08:09

mini mercado voouOs indivíduos que assaltaram o Minimercado Voou no Madeiralzinho e que atormentaram os funcionários com recurso a armas de fogo, ainda estão por identificar. O caso continua sob a alçada da Polícia Nacional e da Polícia Judiciária que estão a trabalhar juntas no sentido de identificar os responsáveis.

Fonte da Polícia Nacional considera grave o assalto que ocorreu na noite de sábado, no Minimercado Voou, no Madeiralzinho, por se tratar de um assalto a mão armada, acto pouco frequente em São Vicente. Esforços estão sendo feitos por parte da Polícia Nacional e da Polícia Judiciária para identificar os responsáveis do crime. O que não se revela fácil , visto que os assaltantes estavam encapuçados  e sumiram sem deixar rasto.

Os funcionários viveram momentos de terror na noite do assalto quando dois indivíduos encapuçados entraram no estabelecimento com duas armas de fogo tendo recolhido todo o dinheiro do expediente realizado no dia.

  1. Clara Medina

    Não é segredo de Estado que um indivíduo que estava preso foi posto em liberdade e entre outros ele é o principal responsável pelos assaltos que vários moradores têm sido vítimas nos últimos tempos no Madeiralzinho.
    Infelizmente e por uma questão de prevenção, nesta circunstância a Polícia deveria estar fisicamente presente mas ao contrário os nossos agentes continuam fechados e seguros nas suas instalações atrás do computador ou confortavelmente dentro das suas viaturas.
    Podem chamar-me se saudosista mas no tempo colonial a Polícia não estava fechada na Esquadra e com a sua presença física tinha um efeito preventivo e dava aos cidadãos um sentimento de segurança.
    Outros tempos, outras normas e assim vamos vivendo cheios de medo e fechados nas nossas habitações barricadas com medo de sair na rua para não ser vítima também de um caçubudista que sem receio de ser apanhado em flagrante delito pode operar a qualquer momento.

  2. roxana

    Todos cantam Sv um brasilhim ,cheio de ” ….o crimen chegou paralelo ao DESEMPREGO !! JHA e’ AGORA q as pessoas necessitam emprego .

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.