São Vicente: Apenas dez agentes da PN manifestaram, mas é assim que começa uma luta

30/11/2015 07:51 - Modificado em 30/11/2015 07:52

ø;

Em São Vicente, apenas dez polícias aderiram à manifestação convocada pela união dos sindicatos representativos dos quadros privativos da Administração Pública. Mas, para o porta-voz, isso não retira razão à luta por melhores condições de trabalho. E por outro lado, entraram para a história: são os primeiros agentes da Polícia Nacional a manifestarem na rua exigindo melhores condições de trabalho.

O porta-voz do grupo afirma que ter apenas dez pessoas na manifestação “não esmorece a nossa luta, nem tira a razão da nossa luta”. Considera que uma luta começa sempre assim, por isso, “ter cerca dez pessoas é bom, porque é o começo de uma luta que vai prosseguir”.

Na cidade da Praia foram cerca de 500 os quadros privativos da Administração Pública, entre eles muitos polícias, que também manifestaram. O Presidente da Confederação Cabo-verdiana dos Sindicatos Livres (CCSL), José Manuel Vaz, diz  que os agentes têm vários problemas como os novos estatutos que deveriam ter sido aprovados desde 2013, a grelha salarial, a lista de transição com as respectivas promoções e progressões.

  1. Bocage

    Mindelenses são na maioria uns grandes heróis e corajosos cidadãos principalmente na Rua de Lisboa ou nos cafés, botequins e pracetas. Na hora H metem todos o rabo no meio das pernas e desaparecem.
    De resto é só blá-blá, futebol ( em Portugal) uma aberração cultural e sexo pelo menos no seu imaginário.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.