Rui Águas despede-se do comando técnico da selecção nacional

27/11/2015 07:31 - Modificado em 27/11/2015 07:31

rui aguasCom sete meses de salário em atraso, Rui Águas disse adeus à selecção nacional, noticiou o jornal ‘A Nação’ na sua edição de impresso nº 430.

Segundo o jornal, Águas despediu-se dos jogadores logo no final do encontro referente à segunda mão da eliminatória do grupo africano para o Mundial da Rússia 2018, entre Cabo Verde e Quénia. Jogo em que o combinado nacional conseguiu o apuramento ao vencer por 2-0.

O jornal adiantou ainda que o Governo está disponível para resolver os problemas dos salários do português e da sua equipa, “mas para que isso aconteça é preciso que haja um pedido expresso da Federação Cabo-Verdiana de Futebol (FCF)”.

Fonte: A Nação

  1. AMILCAR SILVA

    ISTO É UMA VERGONHA NACIONAL E FALTA DE RESPEITO PARA COM UMA PESSOA QUE TEM CONTRIBUIDO BASTANTE PARA DIGNIFICAR E PROJETAR O NOSSO PAÍS NO MUNDO A NIVEL DO DESPORTO E VEM AÍ O GOVERNO COM TANTAS DESPESAS DESNECESSÁRIAS E DESVIOS DE DINHEIROS E NÃO TEM TEM DINHEIRO PARA PAGAR MENSALMENTE QUEM MERECI ATÉ CHEGAR 07 MESES. SE FOSSE EU TAMBÉM ABONDONARIA..

    TENHAM CONCIENCIA E VERGONHA NA CARA MEUS GOVERNANTES

  2. benjamin

    Grande trabalho da federação, incompetentes

  3. Malaguitinha

    É uma autêntica vergonha o que se passa nessa Federação Caboverdiana. Sai um presidente e entra outro da mesma laia, isto é, caloteiro também. Ninguém trabalha de graça. Será que esse presidente tem a sua avença em atraso? Certamente que não. A moral e a seriedade já foram abafadas pela bandidagem e pouca vergonha dos nossos dirigentes. Esta nossa terra está mesmo perdida.

  4. BADOXA

    Boa viagem e que não volta mais Rui Águas.Existe caboverdianos dentro e fora do país com capacidade ainda melhor para continuar a treinar os TUBARÕES AZUIS

  5. Virulento

    Rui Águas tem feito um trabalho de m…, graça aos esforços da equipa técnica nacional e dos jogadores que estamos onde estamos.Tarde arrepiaste Mister porque Cabo Verde não ficará de certeza sentindo sua falta nojenta e em FIVE MINUTES terá seu ideal e melhor substituto. PAXENXA!

  6. Estes que criaram o fantasma de “País de Crescimento Médio” devem andar com anos de salário em atraso! Ou será uma finta- anos de salário pré pagos?!
    Nao, nao passa nada no seio da FCF, na demissao de Ministros, ou num “regabofe do Fundo do Ambiente” onde Santiago absorveu 82% dessa transferencia!!!

  7. Mindelo

    Uma vergonha, um pais que vive somente de propaganda enganosas e de mentiras dos governantes.

  8. Joaquim Graça

    Não estranhem, aqui essa situação é recorrente. Eu fui convidado para um cargo e ao fim de um ano bati com a porta pois dinheiro nem vê-lo, é o estigma da escravatura, com outras roupas mas escravatura, no sentido contrário agora., poderia citar mais casos mas quem cá está sabe que é assim e entre irmãos, africanos, ainda pior. Na agricultura existem situações em que os irmãos de sangue são tratados pior que os animais, pois a estes não falta abrigo, comida ou água.

  9. Jose Barbosa

    Afinal essa macula de caloteiro näo é um mal que afecta so a TACV que anda caloteando a meio mundo por senta seus avioes. Assim sao tambem os chamados empresarios caboverdianos. Noa foi assim que halcionar de Scapa fez com os TACV tambem concernentes as peças que usavam nos seus avioes e depois nao queriam responsabilizar-se pelo pagamento ao qual esse moço Gil Evora defendeu que era coisa normal e os TACV deviam entender e aceitar.

  10. Julio Goto

    Viva a BOA GOVERNACAO !Desculpam queria dizer camoflagem.
    Sao todos mentirosos ou sao camalhoes.

  11. Isso chama-se enrrabacao forcada, aos caboverdeanos!

  12. felisb

    uma vergonha ,,, um pais em k quase ninguem e serio ,, so basofaria na televisao ,,, as veses mim ta oia noticias mim ta fca k ideia k cv sta a nivel de merca e alemanha saudacoes ,,, para os dirigentes pela grande competencia …. soaresffffff

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.