Director-Geral da PN tomou conhecimento da manifestação dos polícias nos jornais

26/11/2015 08:05 - Modificado em 26/11/2015 08:05

diretor pnO Director-Geral da Polícia Nacional, João Domingos de Pina, desconhece as razões para a  manifestação  dos polícias e garante que teve conhecimento da mesma nos meios de comunicação social.

João Domingos de Pina afirma que “não sabemos da suposta manifestação  dos polícias nacionais na próxima sexta-feira e, se houver, teremos de conhecer o itinerário para que possa haver melhor organização”. Ainda em entrevista à RCV, o Director-Geral da Polícia Nacional garante que não há razão para avançar com uma manifestação e questiona quais os motivos para a realização da mesma, visto que só por si, a questão da promoção de carreira por antiguidade não sustenta uma manifestação  porque, “para haver a promoção na Polícia Nacional, não basta apenas a antiguidade, sendo esta apenas um dos requisitos”.

O Director-Geral da Polícia Nacional esclarece que existem outros requisitos, “nomeadamente a avaliação do desempenho, qualidade, competência e capacidade para impor respeito, chefia, liderança para dirigir homens”. Desta forma, João Domingos de Pina alega que o promovido tem de ter essas qualidades para usufruir da promoção para além da antiguidade como polícia.

  1. polifiscalmindelo

    Senhor _director nacional, se é que o senhor seja digno deste nome, o que o senhor devia tomar conhecimento é do alto nivel de corrupção que existe nesta polícia e tomar medidas com o minó, com o comandante da guarda fiscal do mindelo, qeu passa o ano inteiro a gastar o combustivel do estado passeando a família, namoradas amigos, as luvas que ele e os outros oficiais do mindelo nas pessoas do senhor, Roberto Fernandes, Alcides da luz, Albertino que vem facilitando a Firma Vasconcelos Lopes a tira das Alfandegas do mindelo mercadorias sem despachos e em vez de aplicá-los coíma protegem-os e ameaçando os funcionários sérios e depois vão receber donativos neles a bem poucos dias aconteceu isto é basta investigar

  2. polifiscalmindelo

    vergonhoso

  3. Paulo Cardoso

    Comn todo o respeito senhor diretor nacional, o que o senhor acaba de descrever não condiz com a verdade a prova disso é o que aconteceu no passado dia quinze de Novembro, que funcionários foram reconhecidos pelo brio profissional, que funcionários foram promovidos neste dia, devia ser feito a luz do estatuto da PN, mas isto não é aplicada a não que sejais um funcionário com estatuto especial junto das chefias, mas labutemos em nome do juramento que prestamos na entrada nesta instituição, que é defender a segurança, a tranquilidade, a legalidade, porque se dependesse das injustiças da chefia, nunca seriamos briosos que um dia esta nossa instituição seja mais justa, com avaliações criteriosas, com alento, estímulos e equitativa e não um reino imperialista, bem haja a PN

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.