JHA assegura que a saída de Sara Lopes do Governo não abriu nenhuma crise política

26/11/2015 07:56 - Modificado em 26/11/2015 07:56

janiraA presidente do PAICV, Janira Hopffer Almada, assegurou que a saída da Ministra Sara Lopes do Governo não abriu nenhuma crise politica nem no Governo, nem no seu partido. JHA sustentou, assim como o Primeiro-ministro, que Sara Lopes deixou a sua posição por motivos pessoais e que José Maria Neves aceitou de uma forma “clara e tranquila”.

“Não há crise partidária e governativa e o Governo vai continuar a funcionar normalmente e sem celeumas e crises”, garantiu a presidente do PAICV que acrescentou que a Ministra demissionária deu “provas de competência” e trabalhou “sempre em prol do desenvolvimento” de Cabo Verde.

O anúncio da demissão de Sara Lopes foi feito esta terça-feira pelo Primeiro-ministro, José Maria Neves, justificando na ocasião que se tratou de um “ajuste governamental”.

Falando para a Rádio de Cabo Verde (RCV), José Maria Neves informou que não se tratou de uma remodelação governamental, antes de um “ajuste”, até porque, explicou, para além de assumir as pastas que estavam a cargo de Sara Lopes, não há entradas no elenco.

O principal partido da oposição, o Movimento para a Democracia (MpD) e a UCID têm demonstrado posições díspares acerca dessa demissão, defendendo que há uma crise governativa.

  1. Manuel M. Fernandes

    A Sara Lopes deixou a sua posição por motivos pessoais-diz a JHA. Deixar o Governo a TRÊS meses de eleições e de uma forma Repentina são motivos pessoais? A Cristina Duarte esteve fora do Governo quase 3 meses por motivos pessoais, regressou depois da derrota-BAD-e não houve nenhum problema. Os políticos não podem lá porque é conveniente um discurso de apaziguamento dentro do Partido, tratar uma questão de Estado com esta ligeireza, como se os eleitores fossem todos uns atrazados mentais. Em Democracia, os eleitos para dirigir o País devem, com seriedade, informar os contribuintes questões relevantes da Governação que menos bom aconteceram. Vir dizer que nada aconteceu, que tudo está bem no reino dos Deuses de tal ponto de o 1.º Ministro passaou a ser, também, Ministro das Infraestruturas, se não é troça é de quem está mesmo aflita. Claro que a saída da SARA foi mais um rombo no Governo de JMN com consequências na liderança do Paicv, a menos que o MPD ache, que essa liderança é tão fraquinha que melhor é não tocar nela para que não aja demissões em cadeia e que possa por em perigo a governação do País.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.