«Fortalecimento do Estado Islâmico foi possível pela política irresponsável dos EUA» – Medvedev

23/11/2015 08:35 - Modificado em 23/11/2015 08:35

DmitriMedvedevO primeiro-ministro russo, Dmitri Medvedev, acusou os Estados Unidos de serem responsáveis pelo crescimento do grupo Estado Islâmico, noticia a agência EFE.

Estas declarações foram proferidas após o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ter solicitado à Rússia para mudar de estratégia, centrando os seus ataques aéreos, na Síria, em posições dos jihadistas e não em milícias rebeldes que querem derrubar o presidente Bashar al-Assad, aliado de Moscovo.

«O fortalecimento do Estado Islâmico foi possível, entre outras coisas, pela política irresponsável dos Estados Unidos», disse Medvedev em declarações à imprensa russa, após a cimeira da Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN) em Kuala Lumpur, Malásia.

«Em vez de centrar todos os esforços na luta contra o terrorismo, os Estados Unidos e os seus aliados optaram por lutar contra o presidente da Síria, Bashar al-Assad, eleito legitimamente», acrescentou.

abola.pt

  1. Julio Silva Lopes

    Não tenha confiança nem simpatia pela “russiada” mas o boneco do Putin tem carradas de razão, infelizmente. Os yanques tem dinheiro mas não têm ideias.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.