Homicídio: Morte de Rudnei continua a ser investigada

13/11/2015 07:57 - Modificado em 13/11/2015 07:57
| Comentários fechados em Homicídio: Morte de Rudnei continua a ser investigada

investigação2O caso do homicídio de Rudnei, jovem de 18 anos baleado por um agente da Polícia Nacional continua sob investigação. Contudo, o caso foi entregue à Procuradoria da República, mas o suposto agressor continua em liberdade.

Dionísio, agente da Polícia Nacional, suposto autor do crime de homicídio ocorrido na madrugada do dia 11 de Novembro na zona da Ribeira de Julião, ainda não foi presente ao Tribunal. O caso continua sob investigação, mas a Procuradoria da República já recebeu o processo.

Rudnei Santos Sousa da Cruz, conhecido por “Rudi” de 18 anos, foi baleado na madrugada desta terça-feira, na zona da Ribeira de Julião, São Vicente, por um agente da Polícia Nacional chamado Dionísio. Segundo o irmão da vítima, o agente terá disparado seis tiros tendo um atingido o jovem nas costas.

De acordo com os familiares, Rudnei Santos Sousa da Cruz saiu de casa na noite de segunda-feira para ir a um “guarda cabeça” na zona da Ribeira de Julião. O mesmo foi acompanhado por alguns amigos. A vítima terá sido perseguida por cães pertencentes ao agente da PN e este, para se defender, atirou pedras aos animais.

O agente da polícia Dionísio disparou tiros, atingindo o jovem na zona da ilharga, na parte  detrás  e na cabeça, conforme a autópsia. O jovem de 18 anos deu entrada na terça-feira, dia 10, nos serviços de urgência do Hospital Baptista de Sousa com ferimentos de bala e acabou por falecer horas depois da intervenção cirúrgica realizada para estancar a hemorragia.

A autópsia realizada, revelou como causa de morte choque hipovolémico, caracterizado pela perda de grandes quantidades de sangue e líquidos, o que pode levar à morte em poucos minutos.

Junto da Esquadra da Polícia, este online tentou a versão do agente suspeito, mas este recusou-se a falar, assim como o Comandante Regional, Alcides da Luz. O NN sabe que o suspeito não se encontra detido, mas que o caso está sob a alçada da justiça.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.