A operação “Perla Negra” pode ter sido despoletada por uma denúncia

10/11/2015 07:49 - Modificado em 10/11/2015 07:50
| Comentários fechados em A operação “Perla Negra” pode ter sido despoletada por uma denúncia

DENUNCIAAs declarações do ex-director Nacional da PJ que coordenou a operação “Perla Negra” que culminou com a apreensão de 521 quilos de cocaína e a detenção de seis pessoas pode ter sido despoletada por uma denúncia de “uma fonte credível”. Esta afirmação foi feita por Paulo Rocha durante a audição em sede de audiência de julgamento, ontem, na cidade do Mindelo.

Também deixou entender que a PJ investigava duas possibilidades de transbordo da droga. Uma que deveria acontecer em Julho de 2014 na Marina do Mindelo e outra em Novembro de 2014 numa das praias do Norte de São Vicente. A PJ investigou as pessoas supostamente envolvidas, mas o transbordo não se verificou. Aparentemente, este caso que se mostrou ser uma denúncia falsa, não tem nada a ver com o “Perla Negra”, pois o ex-director Nacional da PJ afirmou que nenhum dos elementos investigados na denúncia de Julho estão no processo da apreensão dos 521 quilos feita no dia 5 de Novembro. Assim, tudo indica que são dois casos sem conexão a não ser o facto de terem como base uma denúncia anónima.

E o facto de no primeiro caso não se saber se o transbordo foi feito ou não e no segundo nenhum agente ter visto o transbordo, tão pouco o barco que o fez e quem o fez. Apenas têm quem estava com a droga, dois tripulantes de iate que não tinha droga e um indivíduo detido na posse de um revólver quando, supostamente, vinha da zona de Salamansa.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.