Ponta de Pom exige pagamento de subsídios a CMSV

6/11/2015 07:50 - Modificado em 6/11/2015 07:50

cmsvA Direcção da Associação Desportiva, Recreativa e Cultural Ponta D’Pom endereçou uma Carta Aberta ao Presidente da Câmara Municipal de São Vicente reivindicando o pagamento do subsídio de desporto em falta desde 2012. A ADRC-PP, ainda acusa a CMSV de ignorar a associação num tom de menorização, desprezo e snobismo perante o trabalho voluntário e dificuldades para incorporar mais jovens na ADRC-PP”. A direcção exige um tratamento igualitário e digno e requer um posicionamento coerente de um líder autárquico.

A Carta Aberta deu entrada na nossa redacção dirigida ao edil da Câmara Municipal de São Vicente. Em causa está o não pagamento do subsídio de desporto equivalente a 200 contos atribuído a todas as equipas federadas que participaram nos campeonatos regionais nas épocas desportivas 2012/2013 e 2013/2014.

De acordo com Albertino Gonçalves, Presidente da Associação Desportiva, Recreativa e Cultural Ponta D’Pom, apesar de várias insistências por parte da Associação, até agora não conseguiram receber o subsídio.

O Presidente afirma que nos “foram apresentados como pseudo argumentos para esse tratamento diferenciado, o facto da CMSV padecer de dificuldades financeiras e que não tem recebido o apoio devido do Governo central e que tem de pagar os funcionários e outras despesas de funcionamento e um rol de desculpas sem fundamento – como se apenas os 200 contos referentes a cada ano, 2012 e 2013, que deveriam ser entregues à nossa associação, resolvessem os males da CMSV”.

No entanto, na Carta Aberta, refere de diferentes associações contempladas com o subsídio. Lê-se ainda na Carta que em 2012, as verbas orçamentadas para a rubrica Desporto e aprovadas na Assembleia Municipal de São Vicente (AMSV), destinadas às “Equipas Federadas e Associações Desportivas, Escolas de Desporto e Promoção do Desporto junto de Deficientes e Toxicodependentes”, foram, respectivamente, de 8.000 contos, 2.000 contos e 300 contos. Já no ano de 2013, foi orçada, uma única sub-rubrica –“Equipas Federadas e Associações Desportivas e Escola de Futebol” no valor de 10.000 contos.

A direcção da ADRC – P.P, acusa a CMSV de “discriminação negativamente” e de ignorar a associação num tom de menorização, desprezo e snobismo perante o trabalho voluntário e as dificuldades para incorporar mais jovens na Associação”.

Ainda na carta endereçada ao Presidente, a direcção reclama da falta de compromisso do edil, pois “no dia 21/12/2014, aquando da cobertura da cave da nossa sede social, publicamente, nos concedeu uma autorização verbal para requisitar alguns blocos num estaleiro na zona da Ribeirinha… até hoje, nada foi feito”.

A Associação Desportiva, Recreativa e Cultural Ponta D’Pom, foi fundada em 1990, é membro efectivo da Associação Regional de Futebol de São Vicente (ARFSV). Dado o seu carácter de utilidade pública e de ter participado em quase todas as manifestações recreativas, culturais, sociais e ambientais da ilha de São Vicente, foi-lhe atribuído o prémio de melhor organização, na gala “Os melhores do ano – Somos Cabo Verde”, na categoria Voluntariado, realizada no dia 03/07/2015 na capital do País.

Apesar das acusações feitas pela direcção, não foi possível ter a reacção do responsável pela área do desporto em São Vicente.

  1. MINDEL

    SR. PRESIDENTE TENHA VERGONHA E PAGA O QUE DEVE A UMA ASSOCIAÇAO QUE TEM MUITO FEITO PARA OS JOVENS SANVENCENTINOS E PARA CABO VERDE, VAO INICIAR OUTRA TEMPORADA FUTEBOLISTICA E VOCE VAI FICAR A ANDAR EM PICK UP ALTA CILINDRADA E COMER MUITO BACALHAU, MAS UM DIA VAIS VOMITAR AZEDO, PORQUE MUITOS PEQUENOTES ESTAO A OBSERVAR ASUA ENGRATIDAO PARA O CLUBE QUE É DELES, E ESTA CAINDO AOS POUCOS E NEM SE QUER A SUA EQUIPA CAMARARIA AJUDA-NOS NA CONSTRUÇAO DA NOSSA NOVA SEDE.

  2. Sócio

    A câmara Municipal não pode dar dinheiro para ser utilizado em campanhas politicas, ainda mais contra os partidos que sustenta a Câmara,penso que nenhuma associação deve ter fins políticos, caso continuar assim vida difícil para nossa Ponta.

  3. Carlos Jorge Wahnon

    Um vergonha págá dinher publico pa ess associasson de piratas e dezorderos!!!! Ponta de pom é um des vergonha na S. Vicente !! Bezote fecá na bezote tchekero!!!!!!

  4. Rodrigo Lima

    Presidente que se acha acima do bem e do mal, muito arrogante, sempre bem disposto a ver os outros a sofrer…acho que é mentira essa estória que ele pagou a todos menos a P. Pon. Se for assim, o Dr. não está bom.

  5. Rui Lopes

    O Gusto não é homem dessas coisa, ele afirmou lá no bar Sassá que deu a Ponta d Pom 1000 blocos e um terreno, portanto vai Ponta d Pom desenrascar.

  6. Alcindo Mamado

    Para início de conversa, a Direção de Ponta d Pom deve chamar a todos os seus atletas e explicar essa covardia do presidente, ninguém acredita que o Dr. Augusto tem uma postura dessas, nem eu. A ser verdade, alguém em sã consciência dentro do MPD deve chamar à razão a este senhor. Estranho, estranho, estranho

  7. Soncente

    Sr. Presidente Augusto esta Associação tem toda a razão se assim é. Credo!! Isso já é demais da sua parte. Qualquer presidente do mundo teria prazer em ter uma ONG que trabalha na comunidade como esta que já foi e é reconhecida. Sr. Presidente isso é menosprezo pelos seus dirigentes e toda a gente de Fonte Inês, sem falar dos jovens e crianças de outras zonas que integram a associação Ponta de Pom. Alguem na Praia disse que gostaria de ter e ver uma associação “nháku di pom” em todas as pontas de Santiago.
    Força aos dirigentes e ao seu Presidente Albertino Gonçalves.
    Soncente está e estará convosco

  8. Soncente

    Onde está a Carta Aberta?? Devia ser publicada. Fico à espera

  9. Soncent

    Meus Senhores, a verdade é esta. Está confirmado com a Contabilidade da CMSV que de fato o Ponta de Pom é a única equipa federada que não recebe o subsídio orçamentado para Equipas Federadas, desde 2012. E mais ainda, já li a Carta publicada no Jornal ASemana. Entendi que é uma Associação apolítica e apartidária. O dinheiro é apenas o subsídio que Ponta exige e não outro “paus” nem “espadas” de partidos políticos. O “tchekero” que o Carlos Jorge Wahnon disse (coitado!!), daí já saiu muitos atletas, homens e mulheres. Estás a tratar uma comunidade de porcos e porcas. Atenção Ponta tem gente!! Este que disse ser sócio, vê-se logo que não é sócio nenhum. Exorto ao presidente Albertino para expor tudo isso na TV e o Presidente Augusto para responder. Soncente longe mas atento.

  10. José Jorge Wahnon

    O Carlos Jorge Wahnon que responde pelo Presidente da CMSV deve ser tão míope quanto o Presidente. Quem considera Ponta d Põm associação de desordeiros não tem adjetivos para qualificar as atitudes do Dr. Augusto, enquanto Presidente de uma das maiores câmaras do país. O Carlos deve ter aparecido na associação Ponta d Pôm e não conseguiu os seus intentos e agora se acha no direito de chamar ponta d pom de delinquentes – delinquente é o próprio indivíduo que se diz Carlos Jorge Wahnon, que é um bandido, baderneiro,…não quero dizer mais, tu sabes que muita gente sabe de si…não te esconda, aparece, diz quem tu és, tamos à tua espera Calu!!!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.