Vice-presidente do PAICV refuta as acusações sobre benefício do Fundo do Ambiente e apresenta queixa-crime

6/11/2015 07:37 - Modificado em 6/11/2015 14:50
| Comentários fechados em Vice-presidente do PAICV refuta as acusações sobre benefício do Fundo do Ambiente e apresenta queixa-crime

jose veigaO Vice-presidente do PAICV, José Veiga, apresenta queixa-crime contra os deputados do MpD Miguel Monteiro e Filipe Furtado. O membro dos tambarinas refuta as acusações e afirma que nunca usufruiu do Fundo do Ambiente para benefícios pessoais.

O Vice-presidente do PAICV justifica que as acusações são um atentado à imagem, dignidade e ao bom nome da sua pessoa, assim como da sua mãe e da sua irmã. José Veiga afirma que “as denúncias são falsas, caluniosas e difamatórias” uma vez que nenhum dos presumíveis difamados usufruiu de forma directa nem indirecta, nem beneficiou de obras e nem através de qualquer associação recebeu qualquer quantia do Fundo do Ambiente, são declarações feitas à RCV.

José Veiga acrescenta que “seria falta de escrúpulos se, enquanto cidadão, trabalhador e com próprios recursos, utilizasse recursos do Fundo do Ambiente para construir a casa da minha mãe e da minha irmã, não faz nenhum sentido”. A seu favor, o Vice-presidente do PAICV diz que se pode consultar o Boletim Oficial e ver como é constituída a Associação para o Desenvolvimento da Ribeira dos Engenhos assim como garante que “não há qualquer carta do Presidente a alegar má gestão de recursos. Agora, cartas anónimas há muitas neste tipo de falácias e nestes argumentos onde o MpD continua a fazer a sua política”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.