“Casa para todos”: PM reconhece que está a espera do governo de Portugal

3/11/2015 08:19 - Modificado em 3/11/2015 08:19
| Comentários fechados em “Casa para todos”: PM reconhece que está a espera do governo de Portugal

Casa Para Todos BVO Primeiro-ministro José Maria Neves confirmou hoje a notícia avançada por este online que a instabilidade política em Portugal, após as eleições legislativas de 2016, não permitiu a assinatura da adenda que iria permitir a transferência de verbas para o Programa ‘Casa Para Todos’.

 

O Primeiro-ministro José Maria Neves (JMN), disse à RCV que “já resolvemos todos os problemas relacionados com as transferências dos recursos de Cabo Verde para viabilizarmos o projecto, porém, há alguns bloqueios em Portugal na liberação das linhas de crédito para a continuidade do financiamento”. JMN acrescenta que a instabilidade governativa em Portugal faz com que essa questão seja até então de difícil resolução. O NN sabe que com algum atraso, todo o processo já está pronto para ser assinado. Só que o Governo anterior decidiu que a adenda que permitiria desbloquear as verbas deveria ser assinada pelo novo Governo saído das eleições legislativas portuguesas realizadas no dia 5 de Outubro.

Todavia, o governante de Cabo Verde está esperançoso no que toca à estabilidade política de Portugal e assegura que nesta fase já se poderão concluir as negociações, assim como garantir o financiamento global do projecto. Até lá, as obras estão paradas à espera do retorno da parceria com Portugal.

 

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.