Bens de Isaura e vereadores do executivo de 2004 vão ser penhorados

19/10/2015 08:05 - Modificado em 19/10/2015 08:05

cmsvOs bens da ex-Presidente da Câmara Municipal de São Vicente, Isaura Gomes e dos vereadores que estiveram em exercício durante o ano de 2004 vão ser penhorados se, até ao dia 24, não pagarem a quantia de 875 mil escudos. Esta é a quantia reclamada pelo Tribunal de Contas devido a irregularidades detectadas nas contas do exercício de 2004. Segundo o TC foram feitos pagamentos irregulares no pagamento de uma avença de 25 mil escudos/mês que a CMSV fez a um médico que prestava serviço num centro de saúde; pagamento a mais de ajudas de custo a uma funcionária que foi fazer formação no exterior, descontos de IUR de apenas 10% ao assessor jurídico quando estes deveriam ser de 23%.

Os vereadores em causa, Leonildo Monteiro, Djony, Milena, Ana Matos, José Faria, Benvindo  e José Lopes, numa primeira fase tinham decido pagar o montante em causa porque, feitas as contas, teriam de pagar cerca 90 mil escudos cada. Mas o NN sabe que perante o questionamento de alguns vereadores no sentido de “se o vereador não tomou conhecimento e não participou na decisão de pagar a avença ou as ajudas de custo, uma vez que são medidas de gestão corrente, porque deverá ser responsabilizado?”. E vão mais longe: “e se os exercícios dos anos sucessivos às irregularidades dessa natureza ascenderem a milhares de contos? Vamos pagar?”.

A resposta a estas questões, terão feito os vereadores arredar caminho no sentido de não fazerem o pagamento e reflectirem sobre o assunto, para depois decidirem. Este online sabe que está marcada para quarta-feira uma reunião dos ex-vereadores em causa para tomarem uma posição definitiva.

  1. Osvaldo Dantas

    O NN deveria informar-se melhor: Serão 18 autarcas inclusos os 2 então Presidentes da Camara, José Faria e Isaura Gomes. Se o tal assessor ainda trabalha na Camara, assim como a funcionaria referida e o medico, porque a Camara não os cobra o valor que receberam a mais. A menos que já lá não estejam.

  2. joao

    A MAIORIA DOS GESTORES EM CABO VERDE SÓ QUEREM GANHAR DINHEIRO E MAIS NADA. CABO VERDE NO SEU MELHOR.

  3. Fernando Fortes

    Meus caros o vereador se não demarcar da posição aprovada em sessão é também responsável.
    Nesses casos deve-se opor.
    Se forem decisões de gestão corrente, apenas devem responder ao tribunal de conta desresponsabilizando pelos actos julgados de ilegais.Se não responderem então aceitam serem partes.
    Prevejo que as câmaras geridas pela Isaura,irão ser condenadas,de um modo geral nas suas contas.
    Vejamos:
    excesso de despesas em viajem,excesso em gastos,flores,água,jantares pago a chefias, funcionários,festas para funcionários,prendas,tudo isso é ilegal e terão que ser repostos.
    Foram alertados por funcionários zelosos.
    Atenção o senhor ou senhora secretário municipal,em muitas dessas despesas,deve ser também responsabilizado.

  4. Diáspora

    Que se façam a justiça.

  5. roxana aguilera

    E o TC não ten um palavra sobre o DERRAPAJE do Anelo de Fogo ? Q fico fechado x Falata de Quorum en pleno Parlamento e todo fico enterrado !! Ten pessoal q nestes 15 anos fico rico , ate 1998 conduzia um Lata Velha beiss .!! A Justiça e’ para todos vamos aguardando !!!

  6. Soncent

    AXO O TITULO AFIRMATIVO:
    Bens de Isaura e vereadores do executivo de 2004 vão ser penhorados

    DEVERIA SER:

    Bens de Isaura e vereadores do executivo de 2004 PODEM SER penhorados.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.