Assalto ao Consulado Português: Cerca de 50 mil escudos foi o montante subtraído do cofre

14/10/2015 08:40 - Modificado em 14/10/2015 08:40
| Comentários fechados em Assalto ao Consulado Português: Cerca de 50 mil escudos foi o montante subtraído do cofre

cofreApesar dos indícios recolhidos pelas investigações realizadas pelas autoridades policiais, o assalto no Consulado Português de São Vicente continua sem suspeito identificado. Para além do computador portátil contendo todos os dados, o cofre foi arrombado tendo os assaltantes subtraído cerca de cinquenta mil escudos.

Cerca de cinquenta mil escudos foi o montante subtraído do cofre do Consulado Português de São Vicente na sequência do assalto ocorrido no domingo passado. De acordo com a Cônsul, Rosária Vasconcelos os assaltantes acertaram e arrombaram o cofre que se encontrava dentro do armário.

Para a responsável, os assaltantes poderão ter pensado que poderiam encontrar uma quantia maior em dinheiro, pois o apuramento do dia é muito elevado, mas tal não foi possível porque o dinheiro é depositado directamente no banco onde o Consulado tem a sua conta bancária.

O montante subtraído era o fundo destinado ao pagamento das facturas das malas dos TACV referente ao mês de Setembro que ainda não tinha sido pago.

A Cônsul diz estar “completamente surpreendida” com a forma como os assaltantes conseguiram entrar no prédio, pois conseguiram ter acesso a uma janela altíssima. De acordo com as informações colhidas, os assaltantes terão entrado pela janela do lado do Café del Mar, Praça Nhô Roque,  tendo vasculhado todos os documentos que se encontravam nas gavetas e armários.

Apesar de ainda não haver suspeitas identificadas, presume-se que o assalto tenha sido perpetuado por adolescentes que dominam esta área.

Para além do dinheiro, também foi subtraído um computador portátil contendo dados importantíssimos referentes aos utentes e ao próprio Consulado, uma situação preocupante para a instituição responsável pelo registo de vistos e passaportes. Uma realidade que poderá afectar todos os utentes que procuraram os serviços, sobretudo os que estão com os vistos em andamento.

A Cônsul apela à colaboração da sociedade com a justiça, no sentido de recuperar os objectos roubados.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.