Juiz absolve idoso que disparou contra um agressor

13/08/2012 01:30 - Modificado em 13/08/2012 01:30

João Dias, 80 anos, ficou isento da pena de multa aplicada pelo Tribunal pelo crime de detenção de arma e ameaças e que era acusado. O Tribunal levou em conta a idade do homem e as circunstâncias como tudo aconteceu.

O Tribunal da Comarca de São Vicente realizou o julgamento sumário de um homem de 80 anos acusado do crime de detenção de arma e ameaças. João Dias foi condenado a 80 dias de multa pelo Tribunal, porém ficou isento da pena visto devido as circunstâncias como de desenrolaram os acontecimentos.

O Tribunal levou em conta a idade de Dias e as alegações do arguido que perante o juiz, confessou o crime e alegou que só praticou tal acto porque foi insultado e agredido por um indivíduo.

Alegou que apenas chamou a atenção ao indivíduo que tinha consumido no seu bar e não queria pagar. Afirmou que foi agredido e que para se defender sacou a sua arma e efectuou disparos para o ar, apenas para afugentar o agressor e se livrar das agressões que tinha sido sujeito.

Dado a essas circunstâncias, o Tribunal condenou o arguido, mas deixou-o isento da pena de 80 dias de multa.

  1. tavares

    de facto estou de acordo com a setença. Onde está o respeito e a segurança do mais velhos.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.