Efeitos colaterais: Quadro dirigente da UCID pede demissão

30/09/2015 08:48 - Modificado em 30/09/2015 13:17

antonio monteiro ucid Um quadro dirigente  da UCID pediu a demissão   após o partido ter votado a abstenção e  viabilizar, na última  sexta-feira, o orçamento e plano de actividades da Câmara Municipal de São Vicente para o ano de 2016. Quando tinha anunciado que ia votar  contra. São os efeitos colaterais da aprovação do orçamento e plano de actividades da CMSV.

António Monteiro, líder da UCID garante que a decisão de viabilizar o orçamento da Câmara Municipal de São Vicente para 2016 foi tomada por unanimidade.

Decisão contrária à que Lidio Silva , líder da bancada na Assembleia Municipal, tinha anunciado na passada terça-feira, quando o partido declarou que iria votar contra o orçamento do próximo ano.

Para o líder da UCID, o partido age para salvaguardar os interesses dos cabo-verdianos de uma forma geral e, neste caso particular, da CMSV. “Salvaguardar os interesses dos munícipes de São Vicente”, esclarece António Monteiro.

Monteiro avança ainda que quem quer que seja que acredita que a decisão tomada por unanimidade não foi a mais correcta, “mesmo eu na qualidade de Presidente”, tem sempre uma saída, realçando a facto de estarmos a viver em democracia: “a maioria é que determina aquilo que deve ser feito em relação à minoria” e se alguém não estiver satisfeito, deve reivindicar.

“Reivindica e nós, em função daquilo que foi dado pelos estatutos, iremos analisar e tomaremos a decisão que melhor convier ao partido”, assegura.

Apesar de um  elemento da direcção da UCID ter pedido a demissão  depois dessa votação na Assembleia Municipal, António Monteiro diz que a UCID não pode estar preocupada internamente e como ainda não viu o documento, quando isso acontecer “estarei tranquilo para analisar e tomar a decisão que for necessária”.

Monteiro garante que a preocupação da UCID não é interna porque o partido tem de ser um partido responsável, trabalhar para a sociedade civil cabo-verdiana e, neste caso concreto, trabalhar para a sociedade civil de São Vicente.

Corregida  as 13. 17 m

  1. Bia

    Fizeram muito bem! Chegou a hora de não se vender mais! O Líder deste partido so quero seu interesse! Basta de andar a reboque do MPD!! Nos os militantes de base apoiamos vossa decisão! somos muitos que vão seguir este caminho…..

  2. A Ucid tem que ser um partido responsável e trabalhar para S.Vicente, e não pelo partido. S.Vicente acima de qualquer partido, isso é que interessa

  3. joão

    O quadro dirigente que pediu a demissão é Carlos Alberto Gomes Duarte Lopes, e está descontente com a direção da UCID, mas segundo me parece é a pessoa que mais gosta da UCID. E não quer ver os dirigentes da UCID mal falados como estão e ser agora. Vozes dizem que ouve troca de favores para mudarem o sentido de voto. Segundo ele, continuará a ser eternamente militante da UCID.

  4. Ex Militante da UCID

    O Antonio Monteiro tem o Partido como seu pertence e passa a vida em negociatas com o MpD em nome da UCID para beneficio proprio. Digo beneficio próprio pq quem tira benefícios políticos das mesmas é o próprio Monteiro. Chega de palhaçada, homem, Não és politico coisa nenhuma. O povo de S. Vicente que é o único a dar-te algum voto deve já abrir os olhos porque não estás a respeitá-lo. Aqueles que não querem o MpD não devem votar UCID também porque estes dois partidos são dois corpos um pensamento. Eu vi na UCID uma alternativa a bipolarização , mas sinceramente, estou muito desiludido.

  5. Bento Silva Santos

    Senhor ex-militante da UCID , gostei do seu comentário principalmente naquela parte que disse ” Eu vi na UCID uma alternativa a bipolarização, mas sinceramente, estou muito desiludido”. Porém, devia dar a cara e escrever o seu nome próprio , em vez de usar pseudónimo, porquanto estamos num País de direito democrático e não devemos ter medo de ninguém!!!!!

  6. Julio Goto

    …miradouro no Monte Gut ,umas calcadinhas nao efectuadas. Para mim essas coisinha nao pesam muito para BAICOTAR um orcamento.
    O desemprego e algo que tanto Gusto o Lidio e o Alcides deviam encarar com mais GARRA.
    Alguns representantes dos partidos politicos me faz lembrar criancas a chorrar a CHUCHA!
    Bzot pta mon na traboi a serio ,POXA

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.