Wenger desmente Mourinho e nega privilégios na federação

28/09/2015 08:56 - Modificado em 28/09/2015 08:56
| Comentários fechados em Wenger desmente Mourinho e nega privilégios na federação

wenger1O treinador do Arsenal passou ao lado das acusações de José Mourinho depois de o francês ter convencido a federação inglesa a retirar o cartão vermelho ao defesa Gabirel, enquanto o castigo a Diego Costa, do Chelsea, foi mantido pelo organismo.

«Neste país há um treinador que não está sob pressão. Ele pode falar dos árbitros, empurrar pessoas nas áreas técnicas, chorar de manhã e à tarde… nada acontece. Não tem sucesso, mantém o emprego, continua a ser o rei… É um privilégio», disse Mourinho na sexta-feira, em referência à decisão da federação.
Acusações que Wenger refutou em declarações reproduzidas pelo Daily Mirror:

– Não me apercebi disso (de ter privilégios). Sinto que fiz o meu trabalho com a equipa e pelos adeptos. Era isso que queríamos. Estou há 30 anos neste desporto e sei que o que mais importa é jogar bom futebol.

abola.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.