Julgamento Perla Negra: não haverá colectivo de juízes

28/09/2015 07:47 - Modificado em 28/09/2015 07:47
| Comentários fechados em Julgamento Perla Negra: não haverá colectivo de juízes

marteloO  julgamento do processo Perla Negra  que culminou com a apreensão de 421 quilos de cocaína e  a detenção seis pessoas  tem o seu inicio  no dia 15 de Outubro. O julgamento será feito no 1º Juízo do Tribunal Criminal de São Vicente e apenas por um juiz e não por um colectivo de juízes como pretendiam alguns dos arguidos.

Recorde-se que os arguidos José Prats Vilallonga, Carlos Ortega e Juan Fernandez Bustos, de nacionalidade espanhola, o cidadão cubano, Ariel Benitez, o cabo-verdiano, Alexandre “Xand Badiu” Borges e o sueco, Patrick Komarow requereram que o seu julgamento não fosse  realizado por um único juiz do Juízo Crime da Comarca de São Vicente. Na altura  pediram  um julgamento em Tribunal Colectivo composto por três juízes alegando  as circunstâncias que os levou à prisão preventiva e à gravidade dos crimes que são acusados sendo que a de tráfico de droga de alto risco apresenta a maior moldura penal que é de quatro aos doze anos de prisão.

Mas como em outros casos de natureza similar, ocorridos no Mindelo, o julgamento estará sobre a responsabilidade de um único juiz  da  Comarca de São Vicente, no caso calhou ao primeiro juízo.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.