MpD quer saber se houve amigos do PAICV beneficiados com o fundo do ambiente

24/09/2015 07:46 - Modificado em 24/09/2015 07:46

Luis-filipe-tavares MPDO Vice-presidente do MpD, Luís Filipe Tavares, estranha o facto do Ministro Antero Veiga ter levado mais de quinze dias para vir a público afirmar que a lista das associações beneficiadas com o fundo do ambiente é falsa.

Mas também estranha o silêncio da Ministra das Finanças e do Primeiro-ministro nesta questão. “Da Ministra das Finanças não se ouviu nenhuma palavra sobre o assunto, do Primeiro-ministro o mesmo silêncio e a mesma indiferença que lhe são habituais quando se critica profundamente o Governo”.

E formula várias questões relacionadas com a lista de associações que gostaria de ver respondidas pelo Ministro. Se as informações veiculadas pelos jornais são verdadeiras ou não, e também a veracidade sobre os valores entregues e os critérios para que as associações tivessem acesso ao financiamento.

Mas as perguntas tendem a descobrir se as associações que tiveram maior benefício e os seus dirigentes, têm alguma conexão com o partido que sustenta o Governo. “Quem são os dirigentes dessas associações comunitárias? Têm conotação com o partido no Governo?”.

Perguntas que o MpD quer ver respondidas, no sentido de ver se houve benefício intencional a membros do partido. Apesar do Ministro admitir que as informações são falsas, o MpD não desarma em obter respostas do Ministro, no que constitui o maior escândalo nacional, como classificado pelo MpD.

  1. TA-SE MESMO A VER

    DE “MAIOR ESCÂNDALO DOS ÚLTIMOS 5 ANOS” PASSOU A “DUVIDAS E PERGUNTAS”

  2. roxana aguilera

    por acaso esso e’ CORRUPÇAO o PERCEPÇAO ?

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.