Jorge Figueiredo: Sal é um dos municípios mais organizados do país

16/09/2015 07:21 - Modificado em 16/09/2015 07:21

jorge figueiredoJorge Figueiredo, Presidente da Câmara Municipal do Sal considera que o “Sal é um dos municípios mais organizados do país, já que está dotado com o PDM, PDU e PD de todos os aglomerados populacionais mais importantes, designadamente Espargos, Santa Maria e Palmeira.

Jorge Figueiredo que discursava na sessão solene em comemoração do Dia do Município assinalado ontem, e pelos 80 anos da sua criação, aponta que com base nestes instrumentos foram disponibilizados milhares de lotes de terreno à população, incluindo os terrenos cedidos a título gratuito ao programa “Casa para Todos”, num valor estimado em mais de 150 mil contos e que permitiram a construção de aproximadamente 900 casas.

Falou também dos bloqueios ao poder local referindo que a correcta repartição da riqueza gerada pelo país pelos diferentes níveis de poder, tem de ser equilibrada de forma que o poder local possa exercer o papel fundamental que lhe está reservado no desenvolvimento social e político do país.

Considera que esse desiderato não se tem verificado: “Infelizmente, isso não tem vindo a acontecer em Cabo Verde, com evidentes prejuízos para o funcionamento da nossa democracia de uma forma geral, e para as populações de uma forma particular, que nessa medida se vêm prejudicadas na realização dos seus objectivos e justas aspirações”. Conclui dizendo que o poder local tem vindo a ser atacado em duas frentes fundamentais: legislativo e financeiro.

No aspecto financeiro, o Presidente da Câmara Municipal do Sal considera que existe um bloqueio quando se trata de repassar aos municípios os recursos próprios “como o são a taxa ecológica, a taxa turística, a cobrança do IVA nos investimentos promovidos pelos municípios, a compensação das isenções atribuídas pelo Governo e que colocam os municípios em condições de debilidade incompatíveis com as vastas atribuições que lhes são conferidas. Jorge Figueiredo observou que as últimas notícias sobre o financiamento das associações em detrimento das câmaras municipais “são apenas a ponta do iceberg deste grave problema”.

  1. sabe pa caga

    credo, bazofaria go bsot tem de sobra, lata é tonte que ta pa construi um bairro inteiro. Se bo colega Ulisses ca reclama que praia que mas organizode nem hahahahahaha

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.