Novo do ano Judicial: Homicídios, abuso sexual, desfalques na lista de espera

16/09/2015 07:19 - Modificado em 16/09/2015 07:19
| Comentários fechados em Novo do ano Judicial: Homicídios, abuso sexual, desfalques na lista de espera

TribunalibunalIniciou esta terça-feira, dia 15, mais um ano judicial. A quantidade de processos pendentes nos Tribunais ainda são muitos e os juízes e magistrados da Comarca de São Vicente têm muito trabalho pela frente. Para reforçar a equipa dos magistrados, a Comarca de São Vicente recebe a magistrada Nereida Simone Rosário da Luz em substituição do Procurador Vital Moeda que deixa a Comarca de São Vicente para trabalhar na cidade da Praia.

Ao longo dos anos muitos processos dão entrada na Procuradoria da República. Apesar disso, nem todos os casos são resolvidos. O novo ano judicial que inicia parece ser de muito trabalho, pois há diferentes crimes que abalaram a sociedade mindelense e que a população aguarda por justiça.

Os casos que parecem ser mais graves registados pelo NN são de homicídio agravado e de roubo. Os arguidos aguardam julgamento em prisão preventiva na Cadeia de São Vicente.

O primeiro homicídio a registar em 2015 foi o do ex-segurança da SILMAC, Nelson Santos de 26 anos. O jovem foi assassinado no passado mês de Fevereiro. Nelson encontrou a morte nas mãos do jovem Hernâni Barbosa de 19 anos. O jovem terá deferido golpes de arma branca no pescoço da vítima causando-lhe a morte. O suspeito encontra-se em prisão preventiva desde a data dos factos.

Um outro caso que também abalou a sociedade e que vai dar muito trabalho ao Tribunal de São Vicente é o do pastor da Igreja Baptista, Tony Pinto, que foi preso por suspeita de abusar sexualmente de uma menor. O pastor foi detido pela PJ na sequência de uma denúncia por parte do pai da vítima.

A vítima frequentava a igreja desde os 7 anos e a partir dos 12 anos, o pastor começou a abusar sexualmente da menor. O Tribunal de São Vicente encaminhou o Pastor da Igreja Baptista, Tony Pinto, para a Cadeia da Ribeirinha.

Após três meses, o pastor foi libertado pois o exame médico realizado à menor de 15 anos que acusava o Pastor da Igreja Baptista de abuso sexual, revelou que a vítima é virgem. O exame ginecológico foi determinante.

Com base num exame médico que atesta que a menor de 15, que acusava o pastor evangélico António Pinto de agressão sexual com penetração, é virgem o juiz do Primeiro Juízo Crime do Tribunal de São Vicente valorou esse exame. E ao reexaminar a medida de coacção de prisão preventiva que antes tinha aplicado, decidiu colocar o arguido em liberdade sob termo de identidade e residência, proibição de contacto com a menor e interdição de saída do país.

No mês de Junho, Tiago Almeida, de 18 anos, foi assassinado ao ter sido atingido com um golpe de um objecto cortante no  pescoço que atingiu a veia jugular.  O agressor é um jovem de 16 anos que foi detido pela PN em flagrante delito. O juiz da Comarca de São Vicente acabou por colocar em prisão preventiva o homicida confesso, conhecido por “Maky”. Outros dois indivíduos  que acompanhavam o agressor ficaram com TIR, Termo de Identidade e Residência.

Ainda no mês de Julho, o subgerente da Agência da Caixa Económica do Mindelo Herberto Rodrigues foi acusado de desviar 280 mil euros do cofre da referida agência. O desaparecimento de cerca de 280 mil euros foi descoberto por uma auditoria. O valor em dinheiro terá desaparecido do cofre da agência da Av. 5 de Julho, visto que foram recolhidas as impressões digitais de todas  as pessoas  que tinham acesso ao cofre. O Tribunal de São Vicente decidiu aplicar TIR, termo de identidade e residência e proibição de sair do país ao subgerente.

Em Agosto último, registou-se mais um caso de homicídio. O empresário Raul Dias foi assassinado à facada pelo seu empregado.

O juiz de instrução criminal do Tribunal de São Vicente aplicou prisão preventiva ao indivíduo suspeito de ter assassinado o empresário Raul Dias, no último sábado. O que se sabe é que o suspeito que trabalhava para a vítima, teve uma discussão com o patrão e acabou por atingi-lo com uma facada. De acordo com relatos de testemunhas oculares, a vítima terá acusado o autor de estar a roubar produtos na sua propriedade. A situação originou uma discussão acesa entre os dois que já vinha desde há muito. Consta que Raul Dias terá dado uma bofetada ao “Picareta” que, por sua vez, atingiu o “patrão” com uma facada.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.