Boxe: «Para mim, é tudo um negócio» – Mayweather

10/09/2015 09:07 - Modificado em 10/09/2015 09:07
| Comentários fechados em Boxe: «Para mim, é tudo um negócio» – Mayweather

Boxers Floyd Mayweather Jr., left, and Andre Berto pose for photographers during a news conference Wednesday, Sept. 9, 2015, in Las Vegas. The pair are scheduled to fight Saturday for Mayweather's WBC and WBA Super World welterweight titles. (AP Photo/John Locher) Mayweather Berto Boxing

Andre Berto foi o lutador escolhido por Floyd Mayweather para o 49.º e último combate da carreira, no qual pode igualar o registo do mítico Rocky Marciano que abandonou os ringues em 1955 sem derrotas no currículo.

No entanto, a decisão não foi pacífica, isto porque todos esperavam que Mayweather escolhesse o britânico Amir Khan para o derradeiro combate que vai realizar-se na madrugada do próximo domingo, em Las Vegas.

«Independentemente de quem escolhesse depois de vencer o Manny Pacquiao, a Imprensa teria sempre algo a dizer. Dizem que Berto perdeu três combates mas Amir Khan também e ambos foram bicampeões do mundo», justificou em conferência de imprensa.

Os jornalistas perguntaram sobre o alegado desentendimento com Berto mas, para ‘Money’ Mayweather, não há ajustes de contas: «Para mim, nada é pessoal. Tudo é um negócio.»

«O meu sonho sempre foi ser o melhor de todos os tempos. Independentemente de o que acontecer no sábado, quando falarem de boxe, serei o melhor que existe. Isso acontece, em parte, porque nunca negligenciei nenhum adversário. E é certo que não o fiz com Berto. Dei tudo nos treinos para me preparar para este combate? Absolutamente. Vai ser um combate duro», concluiu.

abola.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.