Chrome bloqueia anúncios feitos no software da Adobe

10/09/2015 08:54 - Modificado em 10/09/2015 08:54
| Comentários fechados em Chrome bloqueia anúncios feitos no software da Adobe

chromeO Google Chrome – usado por 52,8% dos cibernautas – começou a bloquear alguns anúncios publicitários em formato Flash. O objetivo é fazer com que as páginas web carreguem mais depressa, o que permite também poupar a bateria dos dispositivos móveis, uma área em que a gigante tecnológica tem vindo a investir ultimamente.

Apesar de a indústria tecnológica ter começado a virar as costas ao Adobe Flash em 2010, quando a Apple bloqueou o software nos seus dispositivos portáveis, o fim do Flash tornou-se, contudo, mais evidente a partir de janeiro deste ano, quando o YouTube decidiu trocar o Flash pelo HTML5 (a atual língua básica da Net, usada para descrever como os browsers devem apresentar texto, imagens e vídeo) para construir o seu leitor de vídeos. No entanto, a Google não foi a única empresa tecnológica a abdicar recentemente do Flash em prol do HTML5.

Também a Amazon deixou de mostrar anúncios em Flash nos seus sites já esta semana. Em julho deste ano, problemas de segurança relacionados com o software Flash fizeram com que a Mozilla – a empresa responsável pelo navegador Firefox – o bloqueasse por defeito no seu navegador.

cm.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.