São Vicente : população ciente das medidas de prevenção aguarda pelo Fred

31/08/2015 19:22 - Modificado em 31/08/2015 19:22

São Vicente lindoooooA ilha de São Vicente regista um período de acalmia, mas a população está em alerta e ciente das medidas de prevenção e segurança.

A situação em São Vicente é de uma certa acalmia. Registra-se apenas alguns chuviscos e o vento ainda é fraco. A população mindelense está em alerta e até quem diz estar preparado para o pior.

Embora, de acordo com as previsões  a situação tende pior durante as próximas horas os entrevistados dizem estar a acompanhar a evolução do furacão Fred que assolou o país neste último dia do mês de Agosto. Noémia diz ter noção do que se passa ,mas esta confiante  na força divina e também nos serviços de protecção ás pessoas. A entrevistada diz estar a acompanhar a situação através dos meios de comunicação.

Cândida Lopes considera estar ciente das medidas de prevenção e cita algumas delas. Manter-se em caso durante o período, não tocar em fios de electricidade, evitar aproximar-se  dos postos de electricidade, manter as portas e janelas trancadas e  não permanecer no terraço das residências.

Albertino pede apoio ás pessoas que vivem em habitações desfavoráveis no sentido de abrigá-las evitando o pior. Neste momento a preocupação maior é com as pessoas nas ilhas mais afectadas como São Nicolau, Sal e Boa Vista. Os entrevistados mostram-se solidários com essas pessoas e pedem para seguirem as regras e primarem pela segurança.

A velocidade dos ventos do furacão Fred tende a aumentar e a as autoridades voltam a chamar a atenção sobretudo para zonas montanhosas, onde o vento pode soprar com maior intensidade. O vento já ultrapassar os 130 km/ hora.

 

 

  1. Mindelense

    A natureza é imponente, pelo que não se deve descuidar em situações de furacões, tornados, maremotos, erupções vulcânicas, tremores de terra, dilúvio, etc. No entanto, e para este caso em específico, acho que as redes sociais “enfeitaram” o furacão, levando a que muitas pessoas acreditassem numa possível catástrofe natural sem precedentes. Prevenção sempre, mas alastrar o pânico nunca. Pânico gera irracionalidade, desorganização, e possível caos.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.