PAICV diz que Câmara do Sal está estagnada

27/08/2015 08:25 - Modificado em 27/08/2015 08:25

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Nelson de Figueiredo, vice-presidente da Comissão Política Regional do PAICV- Sal e 1º secretário do sector dos Espargos, em conferência de imprensa acusa a Câmara Municipal do Sal (CMSL) de estar estagnada e que apenas está a fazer uma mera gestão corrente.

“É uma Câmara que não faz investimentos, continuamos a ser uma ilha estagnada onde a nível de funcionamento se assiste a um aumento de gastos de dia para dia. A Câmara Municipal do Sal já esgotou e deixou cair o pano. Temos uma Câmara que faz apenas uma mera gestão corrente e preocupa-se somente com o pagamento dos salários”, afirma Nelson de Figueiredo. O mesmo acrescenta ainda que a ilha das salinas continua com os mesmos problemas de funcionamento clássicos, nomeadamente na recolha do lixo, praias sujas e sem caixotes do lixo e sem dinamização na ilha, isto de acordo com a RCV.

O vice-presidente da Comissão Política Regional do PAICV no Sal continua a atribuir nota negativa à gestão do edil Jorge Figueiredo e assegura que o edifício da CMSL parece estar abandonado e “há quem questione se as instalações estão em obras”, refere Nelson de Figueiredo. Este ainda estranha o facto do Gabinete Técnico não ter um director e é uma situação que se arrasta há quase um ano. Neste sentido, o 1º secretário do sector dos Espargos justifica, mais uma vez, a sua tese de abandono da CMSL, uma vez que “o Gabinete Técnico é considerado o coração da Câmara em relação à sua fonte de receitas”.

Nelson de Figueiredo assegura que a conjuntura económica nacional e internacional não é justificação para a falta de investimentos na ilha do Sal e conclui com uma avaliação da CMSL negativa, visto que “a Câmara está cansada, esgotada, sem visão para resolver os problemas da ilha. Isso está à vista de todos. É preciso uma mudança”, de acordo com a Inforpress.

  1. Isabel Lima

    PAICV é um vergonha nacional. Politica barrato e mais nada.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.