Ministério da Educação disponibiliza mais bolsas de estudo e vagas para alunos universitários

25/08/2015 08:46 - Modificado em 25/08/2015 08:46

bolsas-de-estudosSão 1300 as bolsas de estudo disponibilizadas para alunos universitários que deverão fazer a formação em Cabo Verde e no estrangeiro. A concorrência é muita e os potenciais candidatos já estão de olhos postos numa possível atribuição de uma bolsa de estudo.

O anúncio foi feito pelo Director-Geral do Ensino Superior durante uma entrevista concedida à RCV. José Mário Correia, Director-Geral do Ensino Superior avança que o Governo irá disponibilizar mais bolsas para os alunos universitários.

É longa a lista de alunos que pretendem ingressar nas universidades e fazer a formação que desejam. Contudo, o número de alunos universitários é bastante elevado e o número de bolsas de estudo e vagas estão aquém da demanda.

Para o ano lectivo 2015/2016, o Governo de Cabo Verde disponibiliza cerca de 1300 bolsas de estudo e vagas para alunos que pretendem fazer os estudos em Cabo Verde e no estrangeiro.

As dificuldades económicas são deveras uma grande preocupação para os pais dos alunos que terminaram o 12º ano e que querem ver os filhos ingressados numa universidade. É o caso de Maria Cecília, mãe de uma jovem pré-universitária, pois já se encontra matriculada numa das universidades em São Vicente.

Esta é apenas uma das várias mães com esperança que a filha consiga uma das 1300 bolsas de estudo disponibilizadas pelo Governo.

A mãe de Zuleica diz estar preocupada com os encargos dos estudos pois, neste momento, a única esperança é que a filha consiga uma bolsa de estudo, uma vez que os rendimentos são fracos e não consegue custear os estudos da filha.

Com o anúncio feito pelo Director-Geral do Ensino Superior com a atribuição das 1300 bolsas de estudo, Maria Cecília diz rezar para que a filha seja contemplada na lista dos atribuídos.

José Mário Correia acredita que Cabo Verde deverá ainda contar com a atribuição de mais bolsas de estudo provenientes de outros países como a Índia, a Espanha e a Argélia. Os alunos que pretendem estudar fora do país, contam com 30 bolsas provenientes de Marrocos, 28 da China e 15 da Tailândia.

 

  1. CHUPETAS

    APROXIMA-SE O PERÍODO ELEITORAL, COMEÇOU A DÁDIVA DAS CHUPETAS.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.