São Vicente: Emigrantes e despachantes lesados com a greve

21/08/2015 08:39 - Modificado em 21/08/2015 08:39
| Comentários fechados em São Vicente: Emigrantes e despachantes lesados com a greve

encomendasEmigrantes não conseguem levantar as suas encomendas na Alfândega do Mindelo e os despachantes estão de mãos atadas, devido a greve dos  trabalhadores das Direções Gerais das Alfândegas, das Contribuições e Impostos e das Receitas do Estado.

Os emigrantes sentem-se lesados com a greve, uma vez que tentam fazer o levantamento das encomendas e não conseguem. Maira Filomena, residente nos Estados Unidos da América, diz à RCV que “ devem ter pessoas a fazerem hora extra, apesar de terem direito a greve.” Também Carlos Rodrigues demonstra o seu desagrado e afirma que “tenho um bacalhau para levantar e não consigo levantar” o mesmo questiona se a mercadoria estragar quem deverá arcar com os custos, uma vez que não estão assegurados os serviços mínimos . Ainda Maria Filomena apela que se tenha mais respeito pelos emigrantes.

Por outro lado os despachantes oficiais, Manuel Cabral e António Cruz, garantem à RCV que estão de mãos atadas, porque não conseguem dar andamento aos despachos devido a greve, visto que dependem diretamente da alfândega para as pessoas fazerem levantamento das mercadorias, ou seja, há despacho mas os emigrantes estão impossibilitados de retirar as encomendas do cais.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.