O Governo traçou como meta atingir a cifra de milhão de turistas anuais até 2020.

20/08/2015 08:33 - Modificado em 20/08/2015 08:33

leonesa fortesA ministra do Turismo, Investimentos e Desenvolvimento Empresarial, Leonesa Fortes  considera que é possível atingir esse objectivo , mas considera que é preciso o “envolvimento de todos.”

A ministra que participava num fórum sobre o turismo no país realizado na cidade da Praia  disse que “”A nossa meta é atingir um milhão de turismo até 2020 e é uma meta perfeitamente ao nosso alcance. Temos condições para o fazer”. Mas , defendeu que  não uma tarefa que cabe apenas ao seu ministério “, mas todas as instituições são chamadas a assumir as suas responsabilidades para a promoção e desenvolvimento do turismo. Penso hoje ser consensual que o turismo é de facto o setor que vai permitir desenvolver Cabo Verde e arrastará outros setores para o desenvolvimento de Cabo Verde”, sublinhou, citada pela Inforpress. Lionesa Fortes revelou que  essa  aspiração é sustentada não apenas na vontade , mas estudos ,  que “dizem que Cabo Verde tem um potencial grande, estamos no nível dos dez países que serão mais visitados nos próximos 10 anos e então temos que trabalhar neste sentido.

Segundo os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) em 2014 a hotelaria do país registou 539.621 hóspedes, correspondendo a uma diminuição de 2,3 por cento face ao ano anterior, menos 12.523 entradas.

Já as estatísticas do turismo e movimentação de hóspedes divulgadas segunda-feira pelo INE, indicam que de janeiro a junho deste ano os estabelecimentos hoteleiros cabo-verdianos registaram 278.888 hóspedes um aumento de 2,0% face ao mesmo período do ano passado.

  1. Francisco andrade

    Srs governantes … precisam de mudar de estratégias: Pois temos portos, agora temos formandos..mas não temos barcos.. temos aeroportos, mas não temos aviões….temos cachoeiras, mas não temos água (chuva)… uma sugestão: Procuram investidores internacionais, como Holandeses , alemães e ingleses, pois estes tem outra visão de empreendedorismo, e uma coisa é certa: estes só empregam pessoas capacitadas e aceitam ideias e inovações( olham para os líderes Holandeses da Vivo ( ex Shell).. estes acabaram com o amiguismo dos ex líderes como canuto e compaínha, em que empregavam familiares da Shell para dar segurança. fica o meu aviso

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.