SINDETAP convoca greve para forçar aprovação dos novos estatutos e grelha salarial

19/08/2015 09:24 - Modificado em 19/08/2015 09:24

greveOs trabalhadores das Direcções-Gerais das Alfândegas, das Contribuições e Impostos e da Receita do Estado vão entrar em greve a partir do dia 19 de Agosto, com duração de três dias. A greve é justificada pelo Presidente do SINDETAP, Domingos Barbosa, pelo facto do Governo não ter aprovado os novos estatutos, a grelha salarial e a lista de transição do pessoal técnico das receitas do Estado.

“O SINDETAP em harmonia e estreita observância aos princípios do respeito dos valores assumidos diante da Direcção-Geral do Trabalho não ficou com outras alternativas se não convocar a greve dos trabalhadores das Direcções-Gerais das Alfândegas, das Contribuições e Impostos e da Receita do Estado”. Exige do Ministério das Finanças a aprovação e a publicação do estatuto, da grelha salarial, e da lista de transição enviada ao SINDETAP. O sindicato pede ainda em simultâneo a suspensão do concurso de técnicos para a Direcção Nacional das Receitas do Estado.

Afirma que o Ministério rejeitou “abusivamente” as propostas do sindicato e parte agora para a luta em forma de greve.

  1. Francisco andrade

    Nós professores estamos solidários como pessoal das Alfandegas.

  2. Sérvulo Almeida

    E quem se solidariza com os mal pagos das empresas privadas? Trabalham, o Estado retira-lhes tudo com impostos e esses cobradores de impostos querem ficar com tudo para eles?

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.