São Nicolau: Encontro de emigrantes foi um sucesso

18/08/2015 09:49 - Modificado em 18/08/2015 09:49

salaO terceiro encontro municipal de emigrantes foi um sucesso. O programa apresentado agradou aos participantes que continuaram a confraternização na Avenida Cadório onde decorreu a primeira edição do Festival de Atum, também ele um sucesso.

A primeira parte do encontro decorreu entre as 9h30 e as 13h30 e teve dois momentos: um primeiro no Centro Cultural e um segundo no edifício sede da Câmara Municipal.

Coube ao Presidente José Freitas de Brito a abertura do encontro tendo dirigido uma mensagem de apreço e felicitações a todos os emigrantes em férias e augurado sucesso a quantos labutam na terra longe.

O Edil reconheceu o “extraordinário apoio” dos emigrantes no processo de desenvolvimento do Município e do País e sublinhou que os apoios dos emigrantes ultrapassam de longe as remessas enviadas aos familiares.

José Freitas de Brito lembrou durante a sua comunicação que os emigrantes são também “parte do Tarrafal”, por isso, merecem o “respeito e carinho” da sua Administração que instituiu há três anos este encontro.

O programa contou com a participação de vários parceiros: a ADEI e a Comissão Regional de Parceiros apresentaram os seus projectos aos emigrantes. O ex-emigrante Toy Lino e esposa revelaram o projecto de construção de uma unidade turística familiar a ser edificada na zona de Escada. Antes, o Edil local deu a conhecer aos participantes o projecto de construção dos Paços do Concelho e, a concluir a primeira parte do programa, foi projectado o filme de Maria de Lourdes “Marichica foi a primeira” que conta a história de sucessos da emigração feminina na Itália.

O programa contemplou ainda um momento para questões e preocupações dos emigrantes. Elencou-se um conjunto de constrangimentos relacionados com a Alfândega, a TACV e passaportes.

Já na Câmara Municipal foi inaugurada a “Janela do Emigrante”, um espaço virtual de atendimento aos emigrantes, com o Presidente a exortar os emigrantes a desfrutaram deste espaço como forma de rentabilizar as próprias férias. Ou seja, a partir da emigração podem enviar as próprias preocupações, requerimentos e outros e assim optimizar as férias, evitando perda de tempo desnecessário.

A sessão da manhã foi concluída com um lanche tradicional durante o qual o Presidente da Câmara brindou os participantes com um kit do 10º aniversário do Município.

À tarde/noite decorreu a parte cultural do encontro associada à primeira edição do Festival de Atum, evento que decorreu junto da Fábrica SUCLA onde o atum foi servido de forma diversificada.

  1. Figeuiral

    FESTIVAL DE ATUM! Esperamos que em breve cada ilha terá o seu festival do peixe.
    A minha proposta é que o próximo festival seja FESTIVAL DE CATCHORRINHA e que seja realizado em S.Antao antes que a mesma espécie desapareça.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.