Palácio do Povo volta para o Povo

14/08/2015 17:21 - Modificado em 14/08/2015 17:21

A Presidência da Republica e a Câmara Municipal de São Vicente assinaram o  protocolo da cedência do edifício Palácio do Povo, a edilidade.

O acto aconteceu no Palácio do Povo  e para o edil de são Vicente, Augusto Neves, o edifício foi entregue ao povo. Jorge Carlos Fonseca espera que possa dar o melhor uso do edifício na promoção da cultura.

 

  1. antónio dos santos

    O Presidente da República JCF surpreende pela positiva. Com este acto empresta a REGIONALIZAÇÂO um argumento de peso para se afirmar no quadro da Reforma do Estado: Recolocar os meios próximos dos poderes que melhor os possam rentabilizar. Mindelo pode já contar com a sua estrutura para sediar a Região.

  2. Fernando Fortes

    Menos um problema para o Zona e mais um para o Gusto.

    Autêntica falta de juízo para um presidente que governa uma Câmara que se encontra sem tostão.

    Gusto armado em demagogo.

    Era melhor, mandar abrir as casas de banho, na rua de lisboa(mercado municipal),praça nova e praia de bote, urante a noite,para que um gajo não tenha que mijar na rua.

    Ai que saudades do tempo de Cochin, com um S.Vicente limpo, arrumado e sem vendas nas ruas.

  3. Francisco andrade

    Boa iniciativa.

  4. José António Sousa

    Era algo que a muito tempo estranhava um edifiçio belissimo daquele, sempre fechado espero que seja utilizado em prol da cultura e não deixa de ser um otimo ponto turistico.

  5. Eduardo Oliveira

    Isto não me entusiasma nada mesmo. O Governo não tem tendência a preservar o Património e tem contribuído para o desaparecimento de muitos vestígios históricos (v.g. Casa do dr. Adriano, Fortim, e… Liceu Velho). Agora dão-nos este abacaxi e temos de nos desenrascar com a sua manutenção.

    Pensem nisso antes de dar foguetes e de programar mais festas.

  6. Jom de Nha Maninha

    O Palacio… e porque não os outros edificios a cair de podre?
    Isto cheira-me a esterco destinado ao mesmo fim que o Fortim e outros mais lugares deixamos cair. Ninguém esquece o fim da imponente casa do dr. Adriano Duarte Silva; as ruinas do Fortim, o abandono da antiga Administração, o Liceu velho, etc.
    A Câmara nada fez para ser proprietària do Eden Park e nem forças tem para exigir que a perigosa ruina, no lugar mais nobre da cidade, seja arranjada.
    Serà que querem dar ao Palacio o mesmo fim que os outros edificios ?
    Jà não sei a que santos recorrer !!!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.