ENACOL: Solidária, mas garante que o colaborador não tinha vínculo laboral

12/08/2015 09:03 - Modificado em 12/08/2015 09:03
| Comentários fechados em ENACOL: Solidária, mas garante que o colaborador não tinha vínculo laboral

enacolEmpresa Nacional de Combustíveis (ENACOL) em nota de imprensa lamenta a morte do guarda noturno no posto em Mosteiros na ilha do Fogo, mas esclarece que aquele não tinha qualquer vínculo laboral com a empresa, logo não a viúva não poderá ser indemnizada.

A ENACOL com sede em São Vicente afirma que está solidária com a família e lamenta o sucedido. Contudo esclarece que “com efeito, em 2008, quando o marido da Ilda começou a fazer parte da equipa do Posto de Vendas dos Mosteiros, foi recrutado pelo então Agente do Posto, o qual foi sempre o responsável pelo pagamento dos salários, bem como das respetivas contribuições para o INPS.”

Assim a empresa de combustível diz que “ perante a reivindicação da viúva para o recebimento de uma indemnização, cumpre-nos esclarecer que o colaborador nunca teve qualquer vínculo laboral com a ENACOL

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.