Contas de sumir: qual o valor da dívida da CMPN a Águas do Porto Novo?

12/08/2015 08:57 - Modificado em 12/08/2015 08:57

cmpnA empresa Águas do Porto Novo (APN) anuncia que a partir do dia 15 a distribuição da água potável será suspensa na cidade do Porto Novo, em Santo Antão. A empresa alega insustentabilidade financeira devido à dívida da Câmara do Porto Novo (CPN) no valor de 120 mil contos de acordo com a RCV.

A Edil Rosa Rocha da CPN diz que “esperamos que isso não aconteça e que os munícipes devem manter-se calmos”. Garante ainda que a suspensão da distribuição da água não vai acontecer porque até ao dia 15 de Agosto será pago o valor de quatrocentos e noventa e sete contos. Porém, a mesma adianta que não será possível pagar o valor referente ao mês de Junho porque “até ao final do mês estaremos a cobrar os valores referentes a este mês”, afirma Rosa Rocha à RCV e acrescenta que “não podemos pagar aquilo que ainda não cobramos dos clientes”.

A Presidente da CMPN reconhece que existe um défice entre o valor real e o que é facturado, no entanto, a mesma garante que a CPN tem assumido essa diferença. Porém, Rosa Rocha assevera que o Governo já tem conhecimento das ameaças feitas pela APN visto que, segundo a Edil do Porto Novo, aquela empresa não tem razões para as fazer, uma vez que a CPN tem feito um enorme esforço para o cumprimento.

  1. CVAtento

    Provavelmente há algum erro na referencia ao valor que vão pagar, só pode ser erro. porque pagar este valor 497 contos quando se deve 120 contos e esperar que a empresa não feche a torneira se segurança é de DOIDOS.

  2. CVAtento

    desculpem o meu erro e espero que o jornalista tenha comedido o mesmo erro também.

    120 mil contos e não 120 contos.

  3. Maria José

    Ameaca? A Camara nao paga e ainda a empresa é que ameaca? Sinceramente. O Governo que cancele o Fundo de equilibrio Financeiro e transfere directamente para a empresa e pagar as dividas

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.