Antero Veiga: Casa para Todos está paralisada por causa do atraso de Portugal em desembolsar cerca de 17 milhões

10/08/2015 07:56 - Modificado em 10/08/2015 07:56

Antero-VeigaO ministro do Ambiente, Habitação e Ordenamento do Território, Antero Veiga,  disse a RCV  que governo já fez o que tinha a fazer  para por de novo em andamento o projecto Casa para Todos  e que falta agora Portugal, país que financia o projeto com uma linha de crédito de 200 milhões de euros, desbloquear cerca de 17 milhões de euros para prosseguir com as obras.

O vice-presidente do Movimento MpD, oposição Luís Filipe Tavares, denunciou a “incapacidade” do Governo em gerir o programa habitacional “Casa para Todos”, alertando que o Executivo deve mais de 13,6 milhões de euros aos empreiteiros.

Antero Veiga refutou  as acusações e garantiu que o Governo cabo-verdiano não deve “um centavo” às empresas construtoras e que o problema está no atraso por parte de Portugal em desbloquear as verbas. Disse que “Há uma grande confusão porque já fizemos a nossa parte, já saldamos todas as dívidas, e, neste momento, há faturas pendentes em Portugal na ordem de 1,9 mil milhões de escudos cabo-verdianos (17,2 milhões de euros).

A parte cabo-verdiana já fez o que tinha que fazer”, prosseguiu Antero Veiga, classificando de “muita má-fé” o posicionamento do MpD.

  1. Maria José

    É só o que faltava. Deitar a culpa num outro Governo…! Quem governa Cabo Verde? Os caboverdianos ou os Portugueses? Ainda somos provincia portuguesa que temos que ficar à mercê da metropole?

  2. Eduardo Oliveira

    Não é possivel. Serà que este Ministro està falando conscientemente ?
    Acho que a sua justificação demonstra uma grande sem vergonhice.

  3. Lopes2

    Meus caros, então a sociedade cabo-verdiana está a ser governada por Portugal?
    Esse Ministro parece que nos vê como idiotas- pior é que o Jornalista, pateta como é, não consegue avançar nas perguntas- quer dizer que ficou satisfeito.
    Verdade, foi o PSD de Portugal que foi eleito para governar Cabo Verde- que esperemos

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.