Gastar a bolsa de estudos na paródia porque arrependimento não mata

8/08/2012 00:48 - Modificado em 8/08/2012 00:48

NN continua a viajar pelo mundo dos estudantes universitários. É verdade que a maioria gostaria de ter uma bolsa de estudo para fazer o curso. Mas também existem os que tiveram uma bolsa e acabaram por gasta-la na paródia. E está é uma história que continua por contar. Por vergonha ou por falta de coragem.

 

NN conseguiu o depoimento de antigo aluno que sem vergonha e com coragem admite que “ torrou “ o dinheiro da bolsa de estudos nas paródias. E como sempre, nestes casos, o arrependimento vem tarde, porque não mata. O nosso entrevistado, que pediu anonimato, é um exemplo de quem teve uma bolsa de estudo do Governo e gastou todo o dinheiro e hoje não tem o certificado do curso. Estudou numa universidade privada, na cidade do Mindelo, e ainda não defendeu o seu trabalho final, porque a universidade não aceita a defesa sem que liquide o valor das propinas em atraso. “Eu não tinha possibilidades de estudar, porque os meus pais não iam conseguir pagar-me os estudos. Então resolvi pedir uma bolsa de estudo, como era bom aluno consegui. Até o 2º ano tinha as propinas todas pagas, mas no 3º ano, com a influência de amigos, gastei muito dinheiro da propina. Pois pensei que ia encontrar um emprego e pagar a minha divida. Mas não consegui o emprego e por isso, até hoje, ainda não consegui pagar a divida. Já terminei e com boas notas, mas ainda não defendi o meu trabalho final porque a universidade não permite enquanto não liquidar as minhas dívidas ”.

Devido a este facto o diplomado não pode exercer a sua profissão, porque não tem certificado. E é nesta hora que o arrependimento chega “arrependi-me muito da minha atitude, já estaria com uma profissão e agora não estou a conseguir pagar a universidade porque é muito dinheiro, mas vou emprestar dinheiro em familiares e amigos”.

Muitos alunos cometeram o mesmo erro que o nosso entrevistado e hoje vivem grandes dificuldades para liquidar as dívidas que a cada mês aumentam.

  1. Estudante sem bolsa

    Aqueles que batalham para ter uma bolsa não conseguem e querem estudar, tem aqueles que tem bolsa e não ligam, e ate as vezes humilham aqueles que não tem bolsas. A maioria desses estudantes são de Santo Antão das zonas mais precarias e conseguem bolsas e gastam tudo em luxo. Sinceramente

  2. Sandy

    Há um leque de malabaristas, festeiros, bandalhos que deambulam por aqui que foram autênticos parasitas, gastaram tudo em divertimento na “ borga“ e outros em Portugal, e desfilam hipocritamente com sorrisos largos porque estudaram em PT e tentam fazer dos outros inferiores por não terem tido oportunidade de estudar la fora, e não tem diploma. Houve de tudo de SV, ladroes, gordos mal cheirosos, mninhas finas prostitutas, gigolos, bêbados, drogados e outros.Ha aqueles que perderam oportunidades como por falta de verbas, outros obrigados abandonar para sustentar família sendo excelentes e inteligentes estudantes, esses sim são vítimas. O resto é escumalha.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.