José Maria Veiga :” os recursos do INPS estão a ser bem aplicados”

5/08/2015 08:39 - Modificado em 5/08/2015 10:32

José-Maria-VeigaO presidente do Instituto Nacional da Previdência Social (INPS), José Maria Veiga, reagiu às declarações do presidente da Confederação Cabo-verdiana dos Sindicatos Livres (CCSL), José Manuel Vaz, que acusou o INPS de gestão danosa, por estar a investir em “empresas falidas” como a Electra, a TACV e a Fast Ferry, afirmando que os recursos da instituição que gere as contribuições dos trabalhadores, não estão a ser bem aplicados. Veiga confirma que os recursos do INPS estão “muito bem aplicados”, embora tenha admitido que o caso do investimento de 500 mil contos na companhia Fast Ferry “esteja a exigir alguns cuidados”. Explicou que “o único empreendimento que poderá exigir algum cuidado e onde vamos ter de intervir nesse sentido, tem a ver com a Fast Ferry. Efectivamente é uma instituição que precisamos acompanhar de perto”.

Já no que se refere à Electra, onde foram investidos tanto em acções como em obrigações, o montante de 520 mil contos, José Maria Veiga disse que representa “uma galinha dos ovos de ouro para o INPS”. E voltou a explicar que “em acções o INPS acaba por deter cerca de 20 por cento. A Electra é a empresa que mais factura no país, teve problemas, mas já se estabilizou. Trata-se também de um investimento a longo prazo, quer dizer que os dividendos só começam a chegar a partir de 2019/20. Foi assim que foi projectado. Nas obrigações que vencem agora, a Electra está a pagar rigorosamente todos os meses ao INPS, não está a falhar em nada”.

Em relação à TACV o PCA disse que o risco é nulo. “São obrigações que têm o aval do Governo. Portanto, não há risco nenhum. Agora perguntamos, é melhor deixar o dinheiro a dormir no banco ou aplicá-lo numa instituição de risco “zero”, mas com rentabilidade de 6,5 por cento?”, questionou, lembrando que o INPS tem 11 milhões de contos parados no banco sem renderem nada.

 

 

  1. Francisco andrade

    pena que até agora a MAC#114 não se pronunciou sobre esse assunto, que é tão grave como o Estatuto de Cargos Políticos. Apelo a toda a sociedade a ir a rua manifestar para que todos tenham uma reforma digna e que os nossos filhos e netos possam viver com dignidade. pois José maria veiga aufere de um salário milionário, e não devia estar a ocupar este cargo. Apelo que todos levam cartazes com frases ” Queremos a despartidarização na função pública”

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.