Chris Hoy tornou-se atleta britânico mais medalhado

8/08/2012 00:32 - Modificado em 8/08/2012 00:32
| Comentários fechados em Chris Hoy tornou-se atleta britânico mais medalhado

O ciclista de pista Chris Hoy, de 36 anos, tornou-se no britânico mais medalhado de sempre, com sete medalhas, sendo seis de ouro e uma de prata, depois de conquistar o ouro na prova de Keirin, dando assim à Grã-Bretanha a sétima vitória no ciclismo de pista nestes Jogos, igualando o registo de 2008.

 

Na derradeira bateria, diante do alemão Maximilian Levy, Hoy confirmou o favoritismo, apesar de ter que lutar até ao último centímetro, já que Levy nunca desistiu da luta pela possibilidade de conquistar o primeiro ouro da sua carreira olímpica.

A medalha de bronze foi para Simon van Velthooven e Teun Mulder. Com o sprint no fim da prova os dois atletas fizeram o mesmo tempo, e nem a foto do fim tirou as dúvidas de quem teria chegado em primeiro. Desta forma a medalha foi atribuído aos dois atletas.

 

Bom dia para o Irão

O halterofilista iraniano Behdad Salimikordasiabi conquistou a medalha de ouro nos mais de105 kg ao levantar um total de 455 quilos. O bi campeão mundial bateu na final o seu compatriota Sajjad Anoushiravani, igualmente vice-campeão do Mundo, que hoje levantou 449 quilos, enquanto o russo Ruslan Albegov ficou com a medalha de bronze, ao levantar 448 quilos.

E ainda para o Irão.

 

O Ghasem Gholamreza Rezaei conquistou a medalha de ouro do torneio de luta greco-romana dos menos que 96 kg ao derrotar na final o russo Rustam Totrov, vencendo por 3-0.     As medalhas de bronze foram para o arménio Artur Aleksanyan e para o sueco Jimmy Lidberg.

Robert Harting confirma favoritismo

O lançador alemão Robert Harting venceu no lançamento de disco com um lançamento de 68,27 metros. O atleta, de 27 anos e que já não é batido há dois anos, superou na final Ehsan Hadahi, atleta que, com o seu lançamento de 68,18 metros, conquistou a medalha de prata, a primeira do Irão no atletismo em Jogos Olímpicos. O campeão olímpico em título, o estoniano Gerd Kanter, ficou com a medalha de bronze, ao lançar 68,03 metros.

 

Sally Pearson vence ouro

A australiana Sally Pearson é a campeã olímpica nos 100 metros barreiras com novo recorde olímpico na especialidade com 12,35 segundos. Em segundo lugar ficou a norte-americana Dawn Harper, que foi superado em 2 centésimos. A medalha de bronze foi para outra norte-americana, Kellie Wells, que registou 12,48 segundos.

 

Argelino ganha nos 1500 metros

Depois de ter sido desclassificado, na segunda-feira numa das eliminatórias dos 800 metros, o argelino Taoufik Makhloufi venceu os 1500 metros, com o tempo de 3.34,08 minutos. A medalha de prata na prova foi para o norte-americano Leonel Manzano, com o tempo de 3.34,79, enquanto o marroquino Abdalaati Iguider foi medalha de bronze, com 3.35,13.

 

 

Russo Ivan Ukhov conquista ouro no salto em altura

O russo Ivan Ukhov conquistou hoje a medalha de ouro do salto em altura dos Jogos Olímpicos Londres2012, ao vencer a prova com um salto de 2,38 metros. Ivan superou na prova o norte-americano Erik Kynard, medalha de prata com 2,33 metros, enquanto a medalha de bronze vai ser entregue a três saltadores: Mutaz Essa Barshim, do Qatar, Derek Drouin, do Canadá, e Robbie Grabarz, da Grã-Bretanha.

 

 

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.