Monte Sossego, Trás cemitério, à espera de melhores dias

22/07/2015 06:50 - Modificado em 22/07/2015 06:50
| Comentários fechados em Monte Sossego, Trás cemitério, à espera de melhores dias

mindeloA ilha continua a crescer. Cada vez mais casas e mais pessoas. Trás de Cemitério, em Monte sossego, é um exemplo da expansão urbana. Numa paisagem entre casas de concreto e de lata, as pessoas vão vivendo desfrutando do “sossego”, à espera de melhores dias.

Em conversa com alguns moradores, a questão do desemprego é o tema dominante. As referidas taxas deste problema social continuam a preocupar as pessoas e os decisores. A situação tem mudado para alguns jovens de Atrás de Cemitério depois de terem preenchido algumas vagas de trabalho na CMSV. Mas existe ainda quem está à espera de melhores dias. Fredson Santos é um exemplo de quem tem procurado trabalho e não tem encontrado. “Trabalhei na quinta-feira e até agora nada”, revela.

“Com trabalho tudo seria mais fácil e com menos problemas”. Éder, morador na zona, sente o problema do desemprego na pele, problema que partilha com Fredson. Busca o seu dia mas, até agora, nada.

A maioria das pessoas vive em casas de tambor na encosta da rocha. Um problema quando se aproxima o tempo das chuvas. As pessoas comentam sobre os perigos deste tipo de construção mas é ”por causa da necessidade”, como avança Luís, morador.

A questão da iluminação pública, “tem melhorado”, comentam os moradores que, no entanto, não deixam de lançar o apelo para uma melhor iluminação e segurança do sítio. É que as encostas são escuras e, então, os próprios moradores acendem as suas luzes para incrementarem a iluminação.

As pessoas continuam a querer melhorar a própria situação de forma a “terem melhores condições de vida”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.