Peões alcoolizados fazem de carro e…

6/08/2012 00:19 - Modificado em 6/08/2012 00:47
| Comentários fechados em Peões alcoolizados fazem de carro e…

Os sujeitos alcoolizados atravessam de um lado para outro numa travessia que tem tudo para resultar em tragédia. A polícia pouco pode fazer. Pois, o bafómetro é para os motoristas e não para os peões.

O NN constatou que a maioria das pessoas que se dirige para a praia da Galé não tem respeitado as regras de trânsito. Prescindem das bermas para circularam na via, uma situação que coloca a vida dos transeuntes em perigo, mas também traz problemas para quem está ao volante. Porque essa estrada é considerada uma via rápida com movimentação constante de veículos que saem da cidade do Mindelo em direcção a São Pedro, ou vice-versa.

Os condutores afirmam que quem procura a zona da Galé para passar o dia deverá tomar medidas de prevenção ao circularem pela estrada. Mas também asseguram que as autoridades devem prestar atenção ao movimento de cidadãos para essa zona, bem como fiscalizar a venda de bebidas alcoólicas nesse local.

Manuel Pedro diz que “nós condutores têm que fazer uma condução defensiva nesta estrada que liga a cidade a ponta sul e São Pedro. Porque neste verão há um movimento constante de pessoas caracterizado pelo costume daqueles que trocam as bermas pelo asfalto. Mas o meu maior medo tem sido as crianças que circulam acompanhadas das famílias e os sujeitos alcoolizados. Atravessam de um lado para outro numa travessia que tem tudo para resultar em tragédia”.

Já o camionista, Isaías Pereira e o taxista João Santos partilham da opinião de Manuel, mas asseguram que os sãovicentinos são livres para escolherem as zonas balneares de permanência. Porém que cada cidadão deve assumir as suas responsabilidades quando circula na zona da Galé. Pois sabe que existe muito trânsito nessa área

Recorde-se que a estrada Cidade/São Pedro está manchada de sangue devido aos atropelamentos que ceifaram a vida de pessoas que circulavam nessa via. Porém até o momento ninguém tomou qualquer providência para controlar a circulação dos cidadãos, no sentido de evitar que outras vidas sejam ceifadas nessa estrada. Que por alguma razão ganhou o nome de … estrada da morte.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.