Mindelense é tricampeão nacional na lotaria das grandes penalidades

11/07/2015 23:16 - Modificado em 11/07/2015 23:16

O Mindelense sagrou-se tricampeão nacional de futebol depois de vencer o Derby no desempate através  de grandes penalidades  no jogo da segunda mão. O Adérito Sena encheu-se para assistir a finalíssima  do nacional de futebol, com duas equipas de são Vicente a lutar pelo título.

O Mindelense partia em desvantagem para jogo tendo em conta o empate  da primeira mão, quando era a equipa visitada. Precisava de ganhar ou de  um empate por  mais de dois golos. O jogo  foi marcado pelo equilíbrio com as duas equipas a lutarem pelo  o ambicionado título. O Mindelense era a equipa que precisava correr atrás do prejuízo , mas foi o Derby que esteve melhor no arranque do jogo. E aos 10 minutos  uma bola no poste era a evidência de um Derby a querer resolver o jogo.
Aos poucos o Mindelense começou a ameaçar a baliza de Willy. Xibaka com um remate de fora de área, e depois com uma tabelinha a isolar Adir,  mas Willy foi mais rápido a solucionar o problema. Xibaka num  lance individual a entrada da área remata rasteiro para  colocar o Mindelense em vantagem.
O segundo tempo foi marcado por duas expulsões Iuiu (Derby), por acumulação de amarelos. E no mesmo lance Guga (Mindelense) viu o segundo amarelo, segundo o árbitro demorou para bater uma falta. Guga reclamou que estava a espera de que uma substituição foi efectuada.
Ao cair do pano e com os adeptos do Mindelense a gritarem campeão, Rito  não foi na cantiga e com um remate de fora da área, conseguiu um golo de belo efeito. Depois da explosão de alegria dos adeptos azuis brancos chegou ao fim dos 90 minutos.Nas  marcação de grandes penalidades o Mindelense foi o mais certeiro. O Derby falhou duas penalidades, enquanto o adversário não falhou e assim se fez a festa.
Reacções
No final do jogo a alegria do Mindelense contrastava com o desalento da equipa do Derby. Rui Leite fala de um “sentimento de alívio” com a responsabilidade da conquista do tricampeonato. “Foi uma época incrível e ganhamos tudo o que poderíamos ter ganho, acreditamos no nosso trabalho , uma equipa coesa e tivemos muitos problemas como lesões,  entradas e saídas de jogadores, mas acreditamos ate fim”. Mas para o treinador do Mindelense o esforço foi a prova que mereciam o campeonato.
Leite elogia adversário pela réplica que deu e por juntos terem “dignificado o futebol” de São Vicente. “Jogamos contra uma grande equipa . O Derby foi um digno vencido, mostrou grande qualidade, o que e só engrandece o futebol de São Vicente
Almara, por seu lado parabeniza o adversário, mas não esconde a tristeza e o desalento de ter perdido o jogo. “É uma final e tudo poderia acontecer. Lutamos até o fim,  mas não conseguimos e ganhar nas penalidades e que é um jogo de sorte, e o adversário teve mais sorte ”.Agora Almara da parabéns ao adversário e fala com os jogadores para dar-lhes alento para os próximos embates.

 

Mindelese campeão 2015

DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA
DCIM100MEDIA

  1. SV desporto

    Grande final, duas grandes equipas, mas como é possível roubarem claramente ao Duke o melhor jogador e mesmo uma vergonha, na arbitragem quem merecia este jogo era o Jaime Figueiredo de S. NICOLAU, esses nossos dirigentes vivam só de injustiça.

  2. Djê Guebara

    Parabèns Mindelanse mais uma vez demostras-te ao povo mindelense que sempre ès a melhor equipa de san vicente. Esta conquista sera dedicada aos grandes imortais futbolistas do mindelense. A Toi Bedja,Ti Gusto, Jom Preta,Djobla, Cutchila, Telera,Nagoia, Blada, Guei, Chico d’nho Kim, Totoi Munzinha, Djosa Uim, Cadin, Jom d’Luz, Duca, Nhela Fandol, Toi Budim, Bernardo, Baesa, Tchontche, Mane Djodje, Duxa, Faba, Fana, Funa, emfim todos aqueles que grandes mèritos fizeram Mindelense en suas èpocas consagrar de campeão.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.