Trabalhadores da MDRAP vão para a greve no dia 29 de Julho

10/07/2015 08:34 - Modificado em 10/07/2015 08:34

greve advogadosNão havendo resolução dos problemas há muito reivindicada pelos trabalhadores da MDRAP de Santo Antão, Ribeira Grande e Porto Novo, os funcionários decidiram ir para a greve de 24 horas.

Os trabalhadores afectos ao Ministério da MDRAP através do seu representante do SLTSA, Sindicato Livre dos Trabalhadores de Santo Antão fazem saber que os funcionários no Porto Novo e Ribeira Grande deverão ir para a greve no dia 29 do mês corrente.

Foram implementadas uma série de medidas reivindicadas nos pré-avisos de greve e ainda a assinatura de um memorando de entendimento entre as partes envolvidas, mas tudo inutilmente. Os trabalhadores mostram-se indignados, pois depositaram confiança no cumprimento das medidas anteriormente negociadas e nada foi feito.

Em causa estão os direitos dos trabalhadores há muito reivindicados, nomeadamente os pagamentos dos retroactivos associados à implementação do PCCS nos projectos de investimento, pagamento de abonos de família, descontos feitos de 2006 a 2008, a não promoção de dois técnicos da MDR e a não atribuição de um seguro de acidente de trabalho dos guardas florestais dos edifícios.

Não havendo condições para a resolução dos problemas, os trabalhadores partem para a luta recorrendo à greve para verem os seus direitos concretizados.

  1. ELIZABETH ARAUJO

    Porque será que sempre que o Pais está a poucos meses de novas eleições há essa proliferação de greves?

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.