António Jorge Delgado: “Amílcar Cabral é o primeiro responsável pelo fuzilamento de pessoas”

6/07/2015 08:32 - Modificado em 6/07/2015 08:32

14513694825_344e45e54f_oNum artigo  de opinião  publicado no jornal Expressodasilhas, o deputado , António Jorge Delgado  critica Amílcar Cabral  e oferece a sua parte no 5 de Julho  quem quiser “. Mas,o  que  é mais polémico no texto de AJD  são as críticas  a  Cabral . Numa passagem do  artigo escreve “Cabral viveu intensamente a sua época.

Nesse percurso ganhou muitos amigos, mas foi criando as condições para o surgimento de um exército quase interminável de inimigos à volta da sua pessoa. A vida política de Cabral esbarrará sempre nos assassinatos em massa que ocorreram na Guiné-Bissau, sobretudo na sequência do congresso de Cassacá. Amílcar é o primeiro responsável pelos fuzilamentos de pessoas, muitas delas sem culpa formada, ocorridos na altura, nesse país africano. Neste caso ganha todo o sentido a sentença que diz que “quem com ferro mata, com ferro morre “

AJD  responsabiliza o fundador do PAIGC de ser o responsável pelo regime de partido único em Cabo Verde “Cabral sabia o que queria. Conscientemente, deixou-nos de herança um Partido que pela sua natureza punha de lado qualquer possibilidade de coexistência com outros Partidos, eliminando qualquer hipótese do contraditório, do pluralismo e da convivência democrática entre os cabo-verdianos.

Por isso, não é difícil concluir que Cabral é o primeiro responsável pelos quinze anos de partido único que tivemos que suportar em Cabo Verde. Não deixa de ser cómico o esforço que se tem vindo a fazer no sentido de confundir Cabral com a Democracia. Pelas teorias, e sobretudo a partir da sua atuação prática, é fácil demonstrar que Cabral poderia ser tudo menos democrata.”

Servindo-se de  documento  atribuído  a combatentes guineenses tenta  mostrar que não é consensual que Cabral seja o Pai da Nacionalidade “Cabral é, efetivamente, uma figura incontornável da luta armada de libertação nacional ocorrida na Guiné Bissau, estando todavia longe de ser consensual a sua designação como “Pai da Nacionalidade” cabo-verdiana e pelos vistos até da própria Guiné Bissau, onde nasceu.

 

 

 

  1. Manuel Joaquim

    Este Camarada, sempre que abre a boca, se não entra, sai mosca. Não há duvidas de que é um lutador nato, um inconformado mas, como minha avô gostava de frisar, nesta terra, enquanto calado, todo o homem é sabio, até que RESOLVE abrIR a boca. Este camarada, desde que projetou a cidade linear para a costa Norte de Santo Antão, da Pontinha da Janela a Ponta do Sol, deve ter sido a exemplo do grande Profeta Móises, iluminado pelo Espirito Santo e tornou-se num grande visionário. Se não soubesse aproximadamente a idade dele, diria que a senilidade anda de mãos atadas com este grande camarada e senhor. Não há duvidas de que ele não tem medo. É um grande guerrilheiro das matas da Guiné ou então é parceiro do lendário Don Quixote. Uma dada altura, querendo sair na frente do seu Partido, as eleições Municipais em S. Vicente, das muitas, saíu com a bujarda de afirmar que Praia anda a comer no lombo de S. Vicente. Arrasou o seu Partido e muita gente afirmou na altura que, o objetivo foi ajudar o pessoal da Estrela Negra. Já tardava em abrir o focinho mas, o bom filho, o filho prodigo a casa torna. O bom filho está de regresso a casa dos lunáticos Resta escolher o melhor e mais gorda ovelha para festejar o regresso o regresso a casa. BEM HAJA!

  2. eu mereço

    ESTE TAMBÉM QUER SER COMBATENTE DE LIBERDADE DA PÁTRIA?

  3. Jo sé Rodrigues

    Acredito que o meu amigo, António Jorge, muitas vezes abre a boca só para não estar calado o que, também, muitas das vezes, seria melhor. No meio deste vasto Oceano, que é o mundo, onde ele foi buscar essa tamanha baboseira, contradizendo tudo e, todos!

  4. Carvalho da Silva

    Esse António Jorge Delgado é um psicopata político e de vez enquanto refugia no seu delgado mundo para disparar as suas venenosas balas. Foi este homem que como Ministro da Cultura mandou erigir o busto de Amílcar Cabral, o que demonstra o respeito que o MpD tem por Amílcar Cabral. Os membros do grupo Parlamentar do PAICV devem pedir a sua suspensão de deputado da Nação e na Praia vamos preparar-lhe uma cilada e coloca-lo no barco para regressar a São Vicente ou Santo Antão para nunca mais voltar à Praia, sob pena de ter dessabores maiores.

  5. Carlos Tavares

    Querida Helena Fontes, um ka sta responde pa gente de Saocente, ma um kosa um ta dzeb, nós é humilde e no ta da ke tudo gente. Ka bo liga um kosa ma ote, porque um tem duvida se o monstro e Ze ninguem ANTONIO JORGE DELGADO se realmente ele é de Saocente, nunca um oia ignorante moda ele.

    SOMOS TODOS CABOVERDIANOS

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.