São Vicente comemora 40 anos de independência com marcha e desfile militar

6/07/2015 08:22 - Modificado em 6/07/2015 08:22
| Comentários fechados em São Vicente comemora 40 anos de independência com marcha e desfile militar

militaresA marcha pela celebração dos 40 anos de independência de Cabo Verde em São Vicente organizada pela comissão política do PAICV da ilha levou, este domingo, dezenas de pessoas pelas ruas do Mindelo com o objectivo de comemorarem a data.

O presidente da comissão política do PAICV em São Vicente, Alcides Graça disse que a marcha de independência em São Vicente é uma marcha de animação, alegria e de festa e garantiu que, mais que uma marcha do partido é uma marcha do povo.

“É uma marcha do povo, nós queremos despartidarizar e aquando do anúncio da marcha, o mesmo foi feito para convidar o povo de São Vicente e não apenas os apoiantes do partido”, esclarece Alcides Graça, que realça ainda que não é uma marcha do PAICV, “apesar de ser o partido que lutou pela independência de Cabo Verde”. Afirma que é uma marcha de todos os cabo-verdianos e que todos se devem juntar e unir para comemorar o quadragésimo aniversário da independência de Cabo Verde.

Em jeito de balanço, Graça garante que passados quarenta anos, São Vicente “está bem. É evidente que ainda não temos tudo, sobretudo o desemprego que é uma questão estrutural, mas do ponto de vista da infra-estruturação, Cabo Verde e São Vicente estão bem” e conclui ainda que só falta vencer a luta do desemprego. “Estamos num bom caminho e acho que vamos conseguir vencer isto”.

Por seu lado, o Comando da Primeira Região Militar assinalou esta data com um desfile e demonstrações de técnicas militares em frente à praça Dom Luís. O compromisso dos militares, segundo o novo Comandante da Primeira Região Militar José Rui Neves, é que “esta marcha nas artérias da cidade é precisamente para dizer ao povo cabo-verdiano que o pais é livre, que o país está em paz e que as Forças Armadas existem para que se houver sacrifícios, nunca pensaremos duas vezes e faremos o mesmo sacrifício daqueles que abraçaram a luta pela libertação”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.