JMN: Casa para todos vai continuar…assim que o tesouro nacional cumprir a sua parte

6/07/2015 08:09 - Modificado em 6/07/2015 08:09

JMNQuestionado se a visita do primeiro-ministro português pode ajudar no desbloqueamento da verba para o Programa Casa para Todos, que está suspenso desde Abril, o chefe do Governo assegurou que “o programa vai prosseguir logo que forem cumpridas as obrigações por parte do tesouro cabo-verdiano”.

Ou seja, o primeiro-ministro reconhece que a culpa da suspensão do financiamento da parte portuguesa, se deve ao incumprimento “pela parte do tesouro cabo-verdiano”. Algo que foi negado logo que a informação da suspensão do programa vazou para a comunicação social.

No mês de Maio, JMN dizia que “o programa Casa para Todos vai continuar para além da linha de crédito com Portugal”. Nos últimos dias, têm surgido constrangimentos no programa derivados a esta linha de crédito.
“Quando (a linha de crédito com Portugal) terminar, vamos ter novos mecanismos de financiamento, designadamente através do fundo de habitação social e do fundo de segurança habitacional”. Garante que há instrumentos jurídicos, financeiros e institucionais para que o programa tenha sustentabilidade “até se revolver definitivamente a questão da habitação”.

  1. ATENTO

    ESTA É A GRANDE QUESTÃO -> Quais as razões pelo incumprimento da parte do tesouro nacional?

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.