EUA planeiam armazenar equipamento militar pesado no Leste da Europa

15/06/2015 07:38 - Modificado em 15/06/2015 07:38
| Comentários fechados em EUA planeiam armazenar equipamento militar pesado no Leste da Europa

eua e europaOs Estados Unidos planeiam armazenar equipamento militar pesado nos países do Báltico e da Europa do Leste para tranquilizar os aliados, que ficaram inquietos após a intervenção da Rússia na Ucrânia, e para dissuadir eventuais novas agressões, disse um alto funcionário norte-americano neste sábado.

“Vamos colocar bastante equipamento em posição”, disse o responsável, comentando uma notícia do jornal norte-americano The New York Timessobre a decisão tomada pelo Pentágono de armazenar naqueles locais tanques, veículos de combate para infantaria e armas pesadas para 5000 tropas. O responsável, que falou sob anonimato, não quis revelar detalhes sobre o relatório do Pentágono, que cita responsáveis norte-americanos e de países aliados.

O relatório refere também que a decisão, se for aprovada, marcará a primeira vez desde a Guerra Fria que Washington coloca equipamento militar pesado nos mais novos Estados-membros da NATO na Europa do Leste, que antes faziam parte da esfera de influência da antiga União Soviética.

A proposta, que procura tranquilizar os aliados europeus depois de a Rússia ter anexado a Crimeia, está à espera da aprovação do secretário de Defesa dos EUA, Ash Carter, e da Casa Branca, antes da reunião dos ministros da Defesa da NATO a realizar este mês em Bruxelas, avança o The New York Times, que cita responsáveis oficiais.

Questionado sobre o artigo, um porta-voz do Pentágono disse que a decisão foi feita sobre o equipamento. “Nos últimos anos, o exército dos Estados Unido tem aumentado a posição do equipamento para usar em treino e exercício com os nossos aliados da NATO e com os nossos parceiros”, disse o coronel Steve Warren.

“O exército norte-americano continua a rever com os nossos aliados quais são as melhores localizações para armazenar estes materiais”, disse num comunicado. “Neste momento, não tomámos nenhuma decisão sobre se e quando vamos movimentar este equipamento.”

Segundo o The New York Times, neste momento a proposta prevê que “o equipamento para uma companhia, suficiente para 150 soldados, seria armazenada em cada um dos três estados do Báltico: Estónia, Letónia e Lituânia. E [equipamento] suficiente para uma companhia ou possivelmente um batalhão, ou cerca de 750 soldados, seria localizado na Polónia, na Roménia, na Bulgária e possivelmente na Hungria”.

publico.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.