João do Rosário “Estivemos prestes a assistir a um erro judicial“

12/06/2015 08:02 - Modificado em 12/06/2015 08:02

TribunalJoão do Rosário, advogado de defesa do pastor António Pinto, acredita que “estivemos prestes a assistir um erro judicial tremendo e de consequências terríveis para o pastor”.

Isto porque no seu entender “ o exame que comprova que a menor é virgem foi feito no dia 13 de Maio, mas António Pinto está preso deste o dia 11 de Março”. E pergunta “ se tivesse acontecido algo com menor nesse espaço de tempo? O meu cliente nunca conseguiria provar a sua inocência, pois sempre negou o crime de agressão sexual com penetração  que agora se prova que não cometeu“

Falta esclarecer porque o exame ginecológico foi realizado apenas três meses depois de o arguido estar preso. Em declarações a RCV o advogado diz que não acredita que esse tenha sido o primeiro exame “ é no mínimo estranho que o pastor tenha sido preso e que o juiz tivesse validado a prisão sem que houvesse um exame ginecológico que é um elemento de prova fundamental para se decretar a prisão de alguém nessas circunstâncias “ Partindo do princípio que o exame de Maio é um segundo exame considera que “ não é razoável deixar alguém preso quando possa ou não existir um exame ou haver um exame que não é conclusivo “.

Rosário admite a dificuldade para o arguido nos crimes de natureza sexual onde basta a ofendida dizer que alguém fez e cabe a esse alguém provar que não se fez. Por isso considera que se “está perto da violação da presunção da inocência”.

  1. Ema Rodrigues

    “A calùnia é como o carvão; quando não queima suja” e a vida do pastor fica destruida
    e, pelos vistos, continua em prisão preventiva
    Que fazer agora com a queixosa irresponsàvel?

  2. Contra sua alegação

    Sr.João do Rosário,vou-te deixar dois pontos Para sua Reflexão. Não pondo em causa o seu trabalho, como advogado consegues fazê-lo e bem feito, mesmo que seu cliente não tenha razão.Há muitas raparigas que envolvem sexualmente ou são abusadas e mesmo assim não perdem as suas virgindades. logo se o exame ginecológico provar que a rapariga é virgem, mesmo assim ela poderá ter sido abusada. O seu Cliente pode ser detido se houver penetrações ou não, há outras formas de explorações e abuso sexual.

  3. Maria

    Desde quando abuso sexual se traduz linearmente a haver penetração ou não??
    Não fazem ideia do que este tipo de abuso pode causar na vida de uma pessoa!! Por isso o pastor devia continuar preso porque com ou sem penetração o abuso sexual, seja ele qual for, é horrível e marca seriamente a vida da pessoa para sempre!
    Esta terra está a deixar-me enjoada, triste e decepcionada com a (In)justiça que vem fazendo…nem o ICCA faz nada!! Poxa!!!!

  4. Freire

    Convido o Dr Rosário, com devida vénia a ler o artigo 141.º alínea C) do Código Penal de Cabo Verde, pois no meu entender ele quer insinuar, que o crime de agressão sexual com penetração, efectiva-se apenas com a penetração vaginal!?

    Meu caro, há outras formas de penetração, tais como: coito oral, beijo lingual, coito anal, etc… Aqui o Juiz deu o dito por não dito, pela sua fraca competência…O exame ginecológico, não é condição sine quo nom, para que o arguido fosse restituído à liberdade.

  5. Freire

    Convido o Dr Rosário, com devida vénia a ler o artigo 141.º alínea C) do Código Penal de Cabo Verde, pois no meu entender ele quer insinuar, que o crime de agressão sexual com penetração, efectiva-se apenas com a penetração vaginal!?

    Meu caro, há outras formas de penetração, tais como: coito oral, beijo lingual, coito anal, etc. O exame ginecológico, não é condição sine quo nom, para que o arguido fosse restituído à liberdade.

  6. J.D

    Estou de acordo… para haver violação, tem que haver então penetração??

  7. MARIA DA PENHA

    Digno Dr., talvez nos encontremos para discutir tudo isso. Não foram alegações, mas uma ajuda para formar uma opinião pública correcta. O Dr. sabe, tão bem como eu que uma coisa é ter uma ou duas relações sexuais com uma rapariga, sendo certo que ela pode manter-se virgem. Outra coisa é o caso dessa moça que se diz violada durante mais de dois anos, de forma reiterada,com penetração, com uso de preservativo, etc. Não há hímen complacente que resista, Dr. E não é bom acusar na dúvida!

  8. Francisco andrade

    maria da Penha, Freire Dona Maria e ” contra sua alegação:
    Queria saber se o Pastor antónio Pinto fosse um familiar próximo de vocês..e se vocês agiriam como estao agindo nesses comentários.Lembre do provébio criolo : ” hoje ê mim, amanhã ê bô”
    Que Deus vos perdoe

  9. Líder Religioso

    Sr. Advogado Rosário,
    Entendo perfeitamente que o seu trabalho é defender o culpado António Pinto…independentemente se o acusado é culpado ou não.

    Como não dará ao trabalho de procurar a verdade, vou acrescentar pontos a considerar:
    1.Sabia que nenhum líder da Igreja Baptista defendeu ou defende o acusado?
    2.Sabia que António Pinto foi expulso da membresia e NÃO É pastor da Igreja Baptista?
    3. Há 15 anos ou mais que António Pinto anda abusando menores e conta em fugir às garras da justiça?

  10. Severino Manuel

    Esse líder religioso, não passa de um odiento. Um lobo. Trata seus assuntos religiosos e deixa de usar as Instituições indevidamente para alimentar o seu ódio religioso… Onde está verdade, já o homem que fazia a denúncia disse que sua filha tinha sido violada durante anos, e que estava grávida. Porque engendraram tudo isso, para destruir o Homem? Continuo dizendo que há de facto um crime muito violento aqui, mas tem outra face. Foi feito essa noticia na TV com muita alegria. Isso vimos…

  11. Severino Manuel

    …Saber-se-a decerto, quem estive por detrás de tudo isso. Contudo, não será julgado simplesmente por covardia, do sistema que se vive em Cabo Verde. Coisas do tipo vão acontecer mais vezes. As orientações veem de “muito alto”.É assim que a “grande” máfia funciona. E essa é a mãe de todas as máfias, porque tem séculos de existência e tem adoradores e admiradores importantes, que são as hienas do poder. E também aqueles que usam dos meios da comunicação para enlamearem quem eles não gostam.

  12. Severino Manuel

    …Senhor líder religioso, se sabia que o Pastor António anda a abusar de Menores a mais de 15 anos, porque só agora diz isso, ainda por cima de uma forma tão vil, que é sobre forma de anonimato? Olha, faço aqui os meus comentários, com a minha identificação, por que não problemas em responder por aquilo que digo. Meu mail e nome estão aí tão claros apara quem quiser falar comigo. Sugiro que sejam dignos, e não digam malidecencias em anonimato. Isso é indecente!

  13. Severino Manuel

    Dona Ema Rodrigues, há muitos irresponsáveis nessa parada. Entre os quais, a procuradoria da república, o juiz e a própria comunicação social. Vocês ouviram/viram a forma como foi feito a denúncia. Falou-se de atos consumados durante vários anos, falou-se gravidez, falou-se até de suicídio. No entanto, o homem nem levantou a cara para ser visto visto. Pimpa! o homem foi preso!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.