Os sonhos nunca morrem

5/06/2015 08:21 - Modificado em 5/06/2015 08:21

todo mundo cantaTodo Mundo Canta constitui um concurso de música amplamente conhecido no país. Local de onde saíram  intérpretes que viriam a ser reconhecidos no panorama. musical do nosso país. O concurso foi interrompido por algum tempo, mas agora está sendo resgatado por Eurico Évora, da Multi Eventos. “Conseguimos trazer Todo o Mundo Canta de volta. É um evento  que deu muito a Cabo Verde em termos de música, até a uma certa data. Conseguimos resgatar o projecto em 2006, lançando uma grande referência da música actual que é a Ceuzany”, como refere Eurico.

É algo que, como menciona, cresceu assistindo e que desapareceu. Mas depois de trabalhar em eventos sentiu a necessidade de trazer um concurso que possa constituir numa oportunidade para jovens cantores a residir na ilha que “de outra forma não teriam uma oportunidade de aparecer no meio musical”. E este é um dos objectivos : dar a jovens e menos jovens a oportunidade de terem  um espaço no universo musical.

Há cerca de um mês que vem decorrendo os castings e mais de oitenta pessoas, com idades compreendidas entre 16 e 45 anos, já apareceram . Do casting saíram  25 nomes, e com três desistências ficou fechado o número para as galas. De acordo com o formato  em duas galas vão  ser eliminados oito concorrentes, em cada gala. Uma terceira gala onde dos 16 eliminados vão ser resgatados 6 para juntar aos outros 6, apurados das galas anteriores. E dos doze candidatos vai sair o vencedor.

Eurico explica que este formato é feito no sentido de  se ter uma finalíssima de qualidade. E o resgate dos eliminados prende- se com uma nova oportunidade já que cada pessoa vai cantar uma música e as vezes o nervosismo ou outro factor pode afectar a performance dos concorrentes.

Falando com dois concorrentes , estes mostram-se agradados com esta oportunidade de mostrarem o seu talento num evento como é o Todo Mundo Canta. Jacob Amoako sente que é um bom momento para participar. Tem como objectivo aprender e uma oportunidade de dar e receber com os colegas. “É também uma oportunidade para aparecer porque hoje em dia, existem muitas barreiras e limites para cantar, e por isso acho o projecto muito interessante”.

Na mesma linha de pensamento Nadine Delgado diz que tudo está a correr bem. Da sua participação espera conseguir chegar na final e mesmo que não ganhe  espera  que possa abrir portas para o mundo musical.

  1. Paulo Cardoso

    Muitos parabéns para os organizadores deste evento, principalmente ao Eurico Évora, já não era sem tempo e estou convicto de irá ser o Melhor todo mundo canta de todos os tempos dado a qualidade dos concorrentes.Aos concorrentes sucessos e que apliquem sem medo porque sois talentosos

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.